Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/8739
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_AugustoCristianoPrataEsteca_Parcial.pdf7,77 MBAdobe PDFView/Open
Title: Arquitetura penitenciária no Brasil : análise das relações entre a arquitetura e o sistema jurídico-penal
Authors: Esteca, Augusto Cristiano Prata
Orientador(es):: Almeida, Jaime Gonçalves de
Assunto:: Prisões - arquitetura
Direito penitenciário
Issue Date: 28-Jun-2011
Citation: ESTECA, Augusto Cristiano Prata. Arquitetura penitenciária no Brasil: análise das relações entre a arquitetura e o sistema jurídico-penal. 2010. xvii, 224 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: O estudo analisa a situação da Arquitetura Penitenciária sob o enfoque das relações desta com o sistema jurídico-penal no Brasil, enfatizando o estabelecimento penal do tipo Penitenciária de segurança máxima para presos homens no âmbito do Governo Federal. Esta abordagem mais ampla da Arquitetura Penitenciária busca evidenciar as questões penalógicas, administrativas e pragmáticas que, atualmente, remetem o edifício penitenciário a um desempenho insatisfatório, destoante do discurso do Estado de recuperação do criminoso impetrado no Direito e nas Políticas Penitenciárias. O trabalho descreve e caracteriza a Arquitetura Penitenciária, explicita as interrelações entre esta e o sistema jurídico-penal e discute as interferências entre estes e os impactos resultantes no espaço arquitetônico penitenciário, além de apontar para possíveis soluções para a questão. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper analyses the situation of Penitentiary Architecture laying emphasis on the relation between it and the juridical-criminal system in Brazil, emphasizing the penal building of the kind of Maximum Security Prison for male prisoners under the Federal Government. This wider approachment of Penitentiary Architecture pursue to evidence the penalty, administrative and pragmatic issues that, nowadays, refer the penitentiary building to an unsatisfying performance, uncongenial from the State’s speech of recovery of the prisoners submited to Law and Penintentiary Politics. This paper describes and characterizes the Penitentiary Architecture, shows the intern relations between it and the juridical-criminal system, and discusses the interference between them and the resultant impacts in the penitentiary architectural space, besides to indicate possible solutions for the issue.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2010
Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Seção 2.5 do capítulo 2 e os anexos.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8739/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.