Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40791
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_LaraLeticiaPintoBarbosa.pdf786 kBAdobe PDFView/Open
Title: Construção e evidências de validade da Escala de Impulsividade baseada no modelo UPPS-P
Authors: Barbosa, Lara Letícia Pinto
Orientador(es):: Moura, Cristiane Faiad de
Assunto:: Impulsividade
Processos seletivos
Avaliação psicológica
Escala de impulsividade (EImp)
Issue Date: 3-May-2021
Citation: BARBOSA, Lara Letícia Pinto. Construção e evidências de validade da Escala de Impulsividade baseada no modelo UPPS-P. 2021. viii, 119 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2021.
Abstract: A área de avaliação psicológica no contexto de processos seletivos passa por alguns desafios no Brasil. A depender do construto, como por exemplo a impulsividade, não só há escassez de instrumentos para este fim, como a disponibilização ilegal na internet dos itens do único teste psicológico existente para avalia-la. Portanto, torna-se imprescindível investir na construção de um instrumento inédito de impulsividade para o contexto supracitado. Em conformidade com esta necessidade, o objetivo dessa dissertação é construir e obter evidências de validade de uma medida de impulsividade, baseando-se no modelo UPPS-P (Cyders et al., 2007; Whiteside & Lynam, 2001). Para o alcance deste objetivo, essa dissertação estruturou-se em quatro estudos. O primeiro centrou-se na busca de estudos sobre as medidas de impulsividade nos últimos dez anos. Os achados indicaram que os instrumentos UPPS-P e BIS-11 são os mais adaptados ultimamente. O segundo estudo objetivou avaliar as correlações existentes entre o modelo UPPS-P (Urgency, Premeditation, Perseverance, Sensation Seeking e Positive Urgency) e o modelo de personalidade dos Cinco Grandes Fatores nos artigos publicados entre 2001 e 2020. Observou-se que a maioria das correlações esperadas, conforme o estudo de origem do modelo UPPS-P, ainda se reproduz. O terceiro e o quarto estudos voltaram-se, respectivamente, para a construção e obtenção de evidências de validade da Escala de Impulsividade (EImp), evidenciando-se no terceiro estudo o método da neutralização dos itens. A estrutura fatorial alcançada diferiu-se da do modelo original, apesar de apresentar suporte empírico prévio. Identificou-se, ainda, as correlações esperadas entre os fatores do modelo original e os do modelo de personalidade dos CGF. Assim, a EImp apresentou índices psicométricos adequados, mostrando-se como uma medida brasileira promissora na avaliação da impulsividade.
Abstract: The area of psychological assessment in the context of selection processes goes through some challenges in Brazil. Depending on the construct, such as impulsivity, there is not only a shortage of instruments for this purpose, but the illegal availability of items from the only existing psychological test on the internet to assess it. Therefore, it is essential to invest in the construction of an unprecedented instrument of impulsiveness for the aforementioned context. In line with this need, the objective of this dissertation is to build and obtain evidence of the validity of an impulsivity measure, based on the UPPS-P model (Cyders et al., 2007; Whiteside & Lynam, 2001). To achieve this objective, this dissertation was structured in four studies. The first focused on the search for studies on impulsivity measures in the last ten years. The findings indicated that the UPPS-P and BIS-11 instruments are the most adapted lately. The second study aimed to assess the correlations between the UPPS-P model (Urgency, Premeditation, Perseverance, Sensation Seeking and Positive Urgency) and the personality model of the Big Five Factors in articles published between 2001 and 2020. It was observed that most of the expected correlations, according to the study of origin of the UPPS-P model, is still reproducing. The third and fourth studies, respectively, focused on building and obtaining evidence of validity of the Escala de Impulsividade (EImp), evidencing in the third study the item neutralization method. The factorial structure achieved differed from that of the original model, despite having previous empirical support. The expected correlations between the factors of the original model and those of the CGF personality model were also identified. Thus, the EImp presented adequate psychometric indices, showing itself as a promising Brazilian measure in the evaluation of impulsivity.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2021.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40791/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.