Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/39432
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CarolinaMariaMaiaPereira.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fisioterapia aquática : uma opção de reabilitação vestibular
Authors: Pereira, Carolina Maria Maia
metadata.dc.contributor.email: maiacarol03@gmail.com
Orientador(es):: Bahmad Júnior, Fayez
Assunto:: Sistema vestibular
Reabilitação vestibular
Fisioterapia aquática
Tontura
Issue Date: 2-Sep-2020
Citation: PEREIRA, Carolina Maria Maia. Fisioterapia aquática: uma opção de reabilitação vestibular. 2020. 43 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Introdução: a reabilitação vestibular (RV) se consolida como um recurso fundamental para o controle de sintomas vestibulares, e a sua realização no meio aquático pode ser eficaz para as atividades físicas desses pacientes, atuando simultaneamente nas desordens musculoesqueléticas e na melhora do equilíbrio. Objetivo: avaliar os efeitos de um protocolo de fisioterapia aquática em indivíduos com alterações vestibulares periféricas. Método: trata-se de um estudo de caso intervencional com amostra intencional pareada de quatro indivíduos selecionados por conveniência, diagnosticados com vestibulopatias periféricas. Os indivíduos foram submetidos a 12 sessões de fisioterapia aquática para RV, sendo avaliados quanto à tontura em três momentos: inicial, depois de seis sessões e ao término dos atendimentos. Os testes aplicados foram: o apoio Unipodal para mensurar o equilíbrio estático, a Prova dos Passos de Fukuda, que estima o equilíbrio dinâmico e o protocolo Dizziness Handicap Inventory (DHI) com o objetivo de verificar o quanto a tontura influencia na vida cotidiana. Resultados: ao analisar o equilíbrio estático, inicialmente os indivíduos se encontravam nas dimensões adaptativas e anormais, e ao término do protocolo todos atingiram a normalidade. Em relação ao equilíbrio dinâmico, os indivíduos inicialmente apresentavam grande comprometimento no desvio angular principalmente para o lado da doença (75% à esquerda e 25% à direita), conseguindo uma melhora ao final do estudo. Todavia, não conseguiu atingir a significância estatística. O DHI obteve diferença estatisticamente significante em sua totalidade (p=0,0414), que aborda os fatores físicos, funcionais e emocionais. Conclusão: o protocolo de fisioterapia aquática voltado para RV de pacientes com comprometimento vestibular periférico revelou ser eficaz promovendo melhora no quadro de tontura (estática e dinâmica) e do seu impacto nas atividades cotidianas.
Abstract: Introduction: vestibular rehabilitation (VR) is consolidated as a fundamental resource for the control of vestibular symptoms, and its performance in the aquatic environment can be effective for the physical activities these patients, because they act simultaneously on musculoskeletal disorders and balance improvement. Objective: To evaluate the effects of an aquatic physiotherapy protocol in individuals with peripheral vestibular alterations. Methods: This was an interventional case study with a paired intentional sample of four subjects, who were selected for convenience. The subjects, all of them diagnosed with peripheral vestibulopathy, were submitted to twelve sessions of aquatic physiotherapy for vestibular rehabilitation, being evaluated for dizziness in three moments: initial, after six sessions and at the end of the sessions. The tests applied were: unipodal support to measure static balance, the Fukuda stepping test, which estimates the dynamic balance and the dizziness handicap inventory (DHI) protocol, aimed at verifying how dizziness influences daily life. Results: When analyzing the static balance, initially the individuals were in the adaptive and abnormal dimensions, and all reached normality at the end of the protocol. Regarding the dynamic balance, the individuals initially showed marked impairment in the angular deviation, mainly to the side of pathology (75% to the left and 25% to the right), achieving improvement at the end of the study. However, it failed to reach statistical significance. The DHI showed a statistically significant difference in its totality (p= 0.0414), which addresses the physical, functional and emotional factors. Conclusion: the aquatic physiotherapy protocol aimed at VR of patients with peripheral vestibular impairment proved to be effective in promoting improvement in dizziness (static and dynamic) and its impact on daily activities.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/39432/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.