Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/38526
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_JijukéHukanarudeFariasKarajá.pdf960,65 kBAdobe PDFView/Open
Title: Suicídio entre os Iny (Povo Karajá) : percepções da Comunidade de Hawaló
Authors: Karajá, Jijuké Hukanaru de Farias
Orientador(es):: Castilho, Ela Wiecko Volkmer de
Assunto:: Karajá
Indígenas
Suicídio
Saúde Indígena
Interculturalidade
Issue Date: 30-Jun-2020
Citation: KARAJÁ, Jijuké Hukanaru de Farias. Suicídio entre os Iny (Povo Karajá): percepções da Comunidade de Hawaló. 2019. 63 f. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A dissertação trata do suicídio entre os povos indígenas no Brasil e foca especificamente no caso do Povo Inỹ da Aldeia Hawaló (Santa Isabel do Morro), na Ilha do Bananal (TO), em frente à cidade de São Félix do Araguaia (MT) onde o fenômeno se acentuou a partir de 2010. A autora é enfermeira indígena e pertence à comunidade. Busca nesta dissertação compreender os fatores e as causas que têm levado seus parentes a atentar contra a própria vida. Além de pesquisa bibliográfica, ouviu os relatos de pessoas da Aldeia e vivenciou a perda de seu tio. Ultrapassando o senso comum que associa o uso abusivo do álcool e outras drogas, a falta de perspectivas dos jovens, os feitiços, conclui que desde o contato interétnico iniciado no século XVII, a cultura Inỹ foi se modificando sem afetar a sua essência e agora as transformações tecnológicas e globais do mundo dos “brancos” estão promovendo novas acomodações. O grande número de suicídios, principalmente, entre jovens, para ser enfrentado por uma política pública do Estado brasileiro, precisa de uma escuta respeitosa ao que os/as indígenas pensam, sentem e expressam e de soluções conciliatórias, em um diálogo intercultural.
Abstract: The dissertation deals with suicide among indigenous peoples in Brazil and focuses specifically on the case of the Yny People of Hawaló Village (Santa Isabel do Morro), on Bananal Island (TO), in front of the city of São Félix do Araguaia (MT) where the phenomenon was accentuated as of 2010. The author is an indigenous nurse and belongs to the community. This dissertation seeks to understand the factors and causes that have led their relatives to attempt against their own lives. In addition to bibliographic research, she heard the reports of people from the village and experienced the loss of his uncle. Overcoming the common sense that associates the abusive use of alcohol and other drugs, the lack of perspectives of young people, the spells, concludes that since the interethnic contact started in the 17th century, the Yny culture has been changing without affecting its essence and now technological and global transformations in the “white” world are promoting new accommodations. The large number of suicides, especially among young people, to be faced by a public policy of the Brazilian State, needs a respectful listening to what indigenous people think, feel and express and conciliatory solutions, in an intercultural dialogue.
Resumo em outro idioma: Kaa anõmysȳ-dȳkȳ ixirububdèkȳnanamy tahe rewinyrè, wasȳ, waitxoi mahãdu rituwèmyhȳrè-ki, hawaloki, tocantins wérbi-ki tahè roimyhȳrè, Iny Hawa mahãdu, São Félix do Araguaia-MT- wèrb txyna-ki. Wyra 2010 kiaku tahè tuu rikorarunyrè. Iny mahãdu sõwèmy wiji dituwèmyhȳdè irè ixirubudȳkȳmy kuladu, jyrè mahãdu, ikumy mahãdu, sõwèmy ijõ kahaxamy riõmyhȳrènyrè, ijõ hãri bdèdȳkȳnanamy ikònadȳkȳmy. Bytòtyka hèka ikòrau wiji dorilè tiku rakèrykõhȳky roimyhȳrè, tai tahè, tuu rewinyrè tykyriti ibdèdȳkȳnanamy tai ibutèmy karikèrykè tohokutamy anõbo ikòrarumyhȳrè. Wèku mahãdu rurunikȳdi rȳimyhȳrè ixȳ rybèkò rohokujakèki awityhykè, iny rakyky kurèraru rityhynymy, tai timykibò ixawikè tohokutamy kia ixirbubdèdȳkȳnana. Idi tykyrtidu tahè Iny mahãdulè ratxirèri, Hawaloki rahawanymyhȳre
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGDH - Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/38526/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.