Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37030
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_DaianeRamires.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open
Title: Sintagmas nominais no Kaiowá : expressão de número e (in)definitude
Authors: Ramires, Daiane
Orientador(es):: Vicente, Helena da Silva Guerra
Assunto:: Teoria gerativa
Índios - línguas
Índios Kaiowá-Guarani
Índios - língua tupi-guarani
Issue Date: 3-Mar-2020
Citation: RAMIRES, Daiane. Sintagmas nominais no Kaiowá: expressão de número e (in)definitude. 2019. 50 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Este trabalho investiga, de um ponto de vista da Teoria Gerativa (CHOMSKY, 1957 e trabalhos subsequentes) como o Kaiowá (Tupi-Guarani), uma língua nua, isto é, uma língua desprovida de artigos, expressa as noções semânticas de definitude e indefinitude (e.g. “A menina sorriu”; “Uma menina sorriu”, respectivamente). Ao mesmo tempo, concentramo-nos no estudo da marcação nominal opcional de número, expressa pela adição, em posição pós-nominal, de - kuera, um elemento que, conforme defendemos, é um morfema de plural – ainda que se distinga dos morfemas de número mais canônicos, do tipo do Inglês e do Português. Argumentamos que esse morfema é altamente produtivo no Kaiowá e que sua ocorrência não se restringe a contextos definidos, contrariando o que tem sido defendido na literatura sobre o tema. Nossa análise se baseia no exame de dados inéditos, obtidos por meio do questionário Identifying (In)definiteness: a questionnaire (DAYAL, em preparação) e da técnica de “elicitação controlada”.
Abstract: This work investigates, from a Generative perspective (CHOMSKY, 1957 and subsequent work), how Kaiowá (Tupi-Guarani), a bare language, that is, an article-less language, expresses the semantic notions of definiteness and indefiniteness (e.g. “The girl smiled”; “A girl smiled”, respectively). At the same time, we focus on the optional nominal number marking present in the language, expressed by the attachment, in post-nominal position, of -kuera, an element which, we claim, is a plural morpheme – even if distinct from more canonical number morphemes such as those from English and Portuguese. We argue that this morpheme is highly productive in Kaiowá and that its occurrence is not restricted to definite contexts, departing from what has been claimed in the literature about this topic. Our analysis is supported by original data, collected by means of a questionnaire, Identifying (In)definiteness: a questionnaire (DAYAL, in preparation) and the technique known as “controlled elicitation”.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37030/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.