Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/3642
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissert final.pdf603,61 kBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação nutricional de adolescentes fisicamente ativos do Distrito Federal
Authors: Sousa, Eliene Ferreira de
Orientador(es):: Costa, Teresa Helena Macedo da
Assunto:: Hábitos alimentares
Nutrição - adolescentes
Nutrição - avaliação
Issue Date: 2006
Citation: SOUSA, Eliene Ferreira de. Avaliação nutricional de adolescentes fisicamente ativos do Distrito Federal. 2006. 124 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com 326 adolescentes, de ambos os sexos, que praticavam esportes em clubes e escolas do Distrito Federal, Brasil. Os objetivos foram avaliar o consumo alimentar e de nutrientes de acordo com os valores de referência para ingestão de nutrientes, a freqüência do consumo de alimentos, o número e freqüência das refeições. Também foi analisado o padrão do consumo de café. Foram analisados até 4 recordatórios de 24 horas por indivíduo. A ingestão de energia e macronutrientes dos adolescentes estão de acordo com os valores de referência estabelecidos para a faixa etária. Menos de 5% dos adolescentes consumiam quantidade de água e bebidas acima da AI (Ingestão Adequada). Alguns micronutrientes (vitaminas B1, E e folato e os minerais magnésio e fósforo) apresentaram prevalência de adequação de consumo menor que 80%. O consumo de alimentos do grupo de açúcares e gorduras foi alto e o consumo de hortaliças foi baixo. A refeição mais freqüente foi o almoço. Não foi encontrada associação entre a atividade física e o consumo de café. Os adolescentes praticantes de esportes desta pesquisa devem aumentar a ingestão de alimentos que possam suprir a necessidade das vitaminas B1, E e folato, bem como dos minerais magnésio e fósforo. O consumo de alimentos fontes de cálcio e de líquidos, especialmente água, entre os adolescentes deve ser incentivado, bem como a ingestão de café, por suas propriedades antioxidantes e por fornecer magnésio. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work was developed with 326 adolescents, both gender, that practiced sports in clubs and schools of the Federal District, Brazil. The objectives were to evaluate food and nutrients intake according to the Dietary Reference Intake (DRI) values and to evaluate the frequency of the food consumption, the number and frequency of meals. Also the pattern of coffee consumption was evaluated. We performed up to four 24-hour dietary recalls for each subject. Energy and macronutrients intake of these adolescents were in accordance with the DRI values established for their age group. Less than 5% of the adolescents consumed water and beverages higher than the AI (Adequate Ingestion). Some nutrients presented prevalence of adequate intake less than 80% (vitamins B1, E and folate and minerals magnesium and phosphorus). High intake of food from the sugar and fats groups was observed and a low consumption of vegetables. The most frequent meal was lunch. An association between physical activity and coffee intake was not found. These physically active adolescents must increase food intake that supply vitamins B1, E and folato, as well as, magnesium and phosphorus. Adolescents need to be instructed to consume more foods that provide calcium and liquids, especially water. Coffee intake could be indicated for its antioxidant properties and magnesium content.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3642/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.