Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36136
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MatheusMartinsFerreira.pdf1,14 MBAdobe PDFView/Open
Title: Ontologia política em Hannah Arendt : a autoridade como legitimação do espaço público
Authors: Ferreira, Matheus Martins
Orientador(es):: Nascimento, Paulo César
Assunto:: Arendt, Hannah, 1906-1975 - crítica e interpretação
Ontologia política
Espaços públicos
Autoridade
Issue Date: 16-Jan-2020
Citation: FERREIRA, Matheus Martins. Ontologia política em Hannah Arendt: a autoridade como legitimação do espaço público. 2019. 107 f. Dissertação (Mestrado em Metafísica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A presente dissertação visa a estudar o conceito de autoridade teorizado por Hannah Arendt, a fim de explicitar sua importância ontológica para a estruturação política. No primeiro capítulo, realiza-se uma contextualização da filósofa na tradição da Filosofia da Existenz, com o enfoque que Hannah Arendt confere para a importância ontológica da política. No segundo capítulo, realiza-se uma análise do conceito de autoridade, com o objetivo de explicitar a importância política desse conceito em contraposição ao seu significado pré-político. O terceiro capítulo aborda a fundação e a existência do mito fundacional como elemento discursivo que possibilita a inserção no imaginário de determinada sociedade do conceito de autoridade, juntamente com os conceitos de tradição e religião, como uma tríade capaz de garantir a legitimação do espaço público, por meio da institucionalização. Conclui-se que a autoridade é uma ação representativa da natalidade no espaço público, uma ação que legitima instituições políticas; portanto, constitui a própria ontologia política.
Abstract: The present dissertation aims at studying the concept of authority as theorized by Hannah Arendt, in order to clarify its ontological importance to political structuration. In the first chapter, it is presented a contextualization of the philosopher inside the tradition of the Philosophy of Existenz, emphasizing that Hannah Arendt gives ontological importance to politics. In the second chapter, it is presented an analysis of the concept of authority, with the objective of explain the political importance of this concept in contrast with its pre-political meaning. The third chapter focus on the foundation and the existence of a foundational myth as a discursive element that enables the insertion of the concept of authority into the imaginary of a determined society, as well as the concepts of tradition and religion, as a triad to assure the legitimation of the public space, by institutionalization. To sum up, the concept of authority is a representative action of the natality in the public space, an action that legitimates political institutions; therefore it constitutes the political ontology itself.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Metafísica, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Metafísica (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36136/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.