Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36086
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MaríliaFernandesRodriguesdeMacêdo.pdf1,45 MBAdobe PDFView/Open
Title: A influência da política externa brasileira na atração de migrantes haitianos
Authors: Macêdo, Marília Fernandes Rodrigues de
Orientador(es):: Silva, Leonardo Cavalcanti da
Assunto:: Política externa - Brasil
Política migratória
Migração haitiana
Issue Date: 9-Jan-2020
Citation: MACÊDO, Marília Fernandes Rodrigues de. A influência da política externa brasileira na atração de migrantes haitianos. 2019. 98 f. il. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A presente dissertação busca demostrar como a Política Externa Brasileira (PEB) sempre esteve associada à formulação de políticas migratórias determinantes para os fluxos migratórios internacionais para o país. Primeiramente, elabora-se uma breve retrospectiva histórica da PEB desde o Brasil Império até o período Pós-Guerra Fria, traçando paralelos com a formulação de políticas migratórias que ora atraíram, ora expulsaram imigrantes do país. Em sequência analisase a Política Externa do governo Lula (2003-2010), que apesar da continuidade dos objetivos perseguidos por seus antecessores, adquiriu um caráter mais ativo nas relações internacionais e nos diálogos sobre migração, principalmente no Cone Sul, o que elevou o país a um novo status de Ator Global. Posterior a este momento, o Brasil começa a receber os chamados novos fluxos migratórios, tornando-se novamente um país de imigração. Dado esse panorama, estuda-se em específico o caso da migração haitiana para compreender de que forma a PEB influenciou na vinda dos haitianos para o Brasil, a partir da liderança brasileira da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH) e como esses imigrantes influenciaram na formulação de novas políticas migratórias do governo brasileiro. Em conclusão, percebe-se que diferentemente dos fluxos migratórios para o Brasil do final do século XIX e início do século XX, a imigração haitiana não foi atraída de forma intencional, mas sim consequência da projeção internacional adquirida através da PEB.
Abstract: The present dissertation tries to demonstrate how the Brazilian Foreign Policy (PEB) has always been associated to the formulation of migratory policies that determine the international migratory flows to the country. First, a brief historical retrospective of the PEB from Brazil Empire to the post-Cold War period is drawn up, drawing parallels with the formulation of migratory policies that sometimes attracted, or expelled immigrants from the country. In the sequence, the Foreign Policy of the Lula government (2003-2010) is analyzed, which, in spite of the continuity of the objectives pursued by its predecessors, has acquired a more active character in international relations and dialogues on migration, mainly in the Southern Cone, which raised the country to a new status of Global Player. After this moment, Brazil begins to receive the socalled new migratory flows, becoming again a country of immigration. Given this scenario, the case of Haitian migration is specifically studied in order to understand how the PEB influenced the arrival of the Haitians to Brazil, from the Brazilian leadership of the United Nations Stabilization Mission in Haiti (MINUSTAH) and how these immigrants influenced the formulation of new migration policies of the Brazilian government. In conclusion, it is noticed that unlike the migratory flows to Brazil of the late nineteenth and early twentieth century, Haitian immigration was not intentionally attracted, but a consequence of the international projection acquired through PEB.
Resumen: La presente disertación busca demostrar como la Política Externa Brasileña (PEB) siempre estuvo asociada a la formulación de políticas migratorias determinantes para los flujos migratorios internacionales para el país. En primer lugar, se elabora una breve retrospectiva histórica de la PEB desde el periodo del Brasil Imperio hasta el periodo de la post Guerra Fría, trazando paralelos con la formulación de las políticas migratorias que atraían y expulsaban a los inmigrantes del país. Luego se analiza la Política Externa del gobierno de Lula (2003-2010) que, a pesar de dar continuidad a los objetivos de sus antecesores, adquirió un carácter más activo en las relaciones internacionales y en los diálogos sobre migración, principalmente en el Cono Sur, lo que lo llevó a Brasil a tener un status de Actor Global. Posteriormente a ese momento, Brasil recibe a los llamados nuevos flujos migratorios, convirtiéndose nuevamente en un país de inmigración. Dado ese panorama, se estudia en específico el caso de la migración haitiana, para compreender de qué forma la PEB influenció en la llegada de los haitianos para Brasil, a partir de la lideranza brasileña de la Misión de las Naciones Unidas para la Estabilización de Haití (MINUSTAH) y cómo esos migrantes influenciaron en la formulación de nuevas políticas migratorias del gobierno brasileño. En conclusión, se percibe que, diferentemente de los flujos migratorios para Brasil del final del siglo XIX y del inicio del XX, la migración haitiana no fue atraída de forma intencional, pero sí como consecuencia de la proyección internacional adquirida a través de la PEB.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Estudos Latino-Americanos, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados Sobre as Américas, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/36086/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.