Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35468
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnaluDoresFernandes.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinto, Simone Rodrigues-
dc.contributor.authorFernandes, Analu Dores-
dc.date.accessioned2019-09-26T21:25:48Z-
dc.date.available2019-09-26T21:25:48Z-
dc.date.issued2019-09-26-
dc.date.submitted2019-03-22-
dc.identifier.citationFERNANDES, Analu Dores. Ditadura e tortura sexual: a visão das ex-presas políticas nas ditaduras civil-militar do Brasil (1964-1985) e da Argentina (1976-1983). 2019. 208 f. il. Tese (Doutorado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/35468-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas, 2019.pt_BR
dc.description.abstractO presente estudo analisa as torturas sexuais a que foram submetidas as mulheres que se posicionaram contra as últimas ditaduras militares do Brasil (1964-1985) e Argentina (1976-1983). Para isso, foram examinados os depoimentos de mulheres que sofreram tais martírios sob a repressão estatal de seus países. Neste projeto, foi observado ainda o papel que o Terror de Estado exerceu na formação dos seus agentes, bem como o poder a eles conferidos a fim de que, por meio da disciplina e da dominação, aplicassem castigos cruéis contra as prisioneiras políticas. A perspectiva de gênero perpassa toda a pesquisa, pois, a partir deste olhar, é possível compreender melhor como o patriarcalismo e as diferenças de gêneros fomentaram os abusos sexuais que foram impingidos contra as mulheres presas pela repressão de Estado, nas ditaduras acima referidas. Assim, neste trabalho, foi auferido ainda o porquê do uso sistemático da tortura sexual infligido, principalmente, contra as presas políticas nas mais recentes ditaduras militares da Argentina e do Brasil.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleDitadura e tortura sexual : a visão das ex-presas políticas nas ditaduras civil-militar do Brasil (1964-1985) e da Argentina (1976-1983)pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.subject.keywordDitadura militar - Brasilpt_BR
dc.subject.keywordDitadura militar - Argentinapt_BR
dc.subject.keywordTorturas sexuaispt_BR
dc.subject.keywordPrisioneiras políticaspt_BR
dc.subject.keywordRepressão políticapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1The present study analyzes the tortures to which they were subjected women who have positioned themselves against the latest military dictatorships of Brazil (1964-1985) and Argentinian (1976-1983). To this were examined the direct testimony of women who have suffered such martyrdoms under State repression of their countries. This project was noted the role that the State Terror exercised in the formation of the repressive State agents, as well as the power conferred to them in order that, through the discipline and domination, such agents were cruel punishment against the political prisoners. The gender perspective permeates all the research, because from this look you can better understand how themes the patriarchy and the gender difference fostered sexual abuse that were foisted against women trapped by repression of State, in dictatorships. Thus, this work was earned even the systematic use of sexual torture inflicted primarily against political prisioners on the latest military dictatorships of Argentina and Brazilpt_BR
Appears in Collections:ELA - Doutorado em Estudos Comparados sobre as Américas (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35468/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.