Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/24858
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MariaVilarRamalhoRamos.pdf915,51 kBAdobe PDFView/Open
Title: Mortes roubadas : o luto dos familiares de desaparecidos políticos no Brasil
Authors: Ramos, Maria Vilar Ramalho
Orientador(es):: Faria, Daniel Barbosa Andrade de
Assunto:: Ditadura e ditadores - Brasil
Ditadura militar - Brasil
Desaparecidos políticos
Anistia - militares
História - Brasil
Issue Date: 24-Oct-2017
Citation: RAMOS, Maria Vilar Ramalho. Mortes roubadas: o luto dos familiares de desaparecidos políticos no Brasil. 2017. 182 f., il. Tese (Doutorado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A partir de entrevistas realizadas com familiares de desaparecidos políticos brasileiros, da análise das suas produções literárias e dos documentos e processos pesquisados na Comissão da Anistia e Arquivo Nacional de Brasília, a tese investiga o impacto dessas mortes na vida dos seus familiares, e as (im)possibilidades da realização do luto, relacionado-os com a ausência de julgamentos e condenações, em razão da Lei de Anistia, instituída ainda no ano de 1979, e a insuficiência de leis e políticas de memória sobre a ditadura militar no Brasil. A tese refletiu sobre o luto também em seu aspecto coletivo e político ao relacioná-lo às categorias arendtianas da “indiferença” e da “banalidade do mal” refletindo sobre a tolerância civil-militar com os crimes praticados no passado.
Abstract: Based on interviews with relatives of disappeared Brazilian politicians, the analysis of their literary productions and the documents and processes researched in the Commission of Amnesty and the National Archives of Brasília, the thesis investigates the impact of these deaths on the lives of their relatives, and the (im)possibilities of mourning, related to the absence of judgments and convictions, due to the Amnesty Law, instituted in 1979, and the absence of laws and policies of memory on the military dictatorship in Brazil. The thesis also reflected on mourning in its collective and political aspect by relating it to the Arendt categories of "indifference" and "banality of evil" reflecting on civil-military tolerance of crimes committed in the past.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:HIS - Doutorado em História (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24858/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.