Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17116
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_AnaVitoriaSampaioCastanheiraRocha.pdf897,67 kBAdobe PDFView/Open
Title: Amor, ordem e progresso : casamento e divórcio como desafios à laicidade do Estado (1847-1916)
Other Titles: Love, order and progress : marriage and divorce as challenges to the secular state
Authors: Rocha, Ana Vitória Sampaio Castanheira
Orientador(es):: Faria, Daniel Barbosa Andrade de
Assunto:: Religião e Estado - Brasil
Divórcio
Igreja e Estado - Brasil
Casamento (Direito)
Laicidade
Issue Date: 27-Nov-2014
Citation: ROCHA, Ana Vitória Sampaio Castanheira. Amor, ordem e progresso: casamento e divórcio como desafios à laicidade do Estado (1847-1916). 2014. 129 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O século XIX foi palco de inúmeras mudanças sociais e políticas que marcaram a história brasileira, como a Independência, a Abolição da Escravatura e a Proclamação da República. Os conceitos de progresso, modernidade, liberdade e laicidade passaram a significar, para alguns, a chance de um futuro próspero, mais igualitário e mais justo para a sociedade. Em contrapartida, houve forte resistência contra esses ideais que, na concepção de determinados setores, iriam condenar o país à anomia social fruto da decadência moral e religiosa. O casamento e o divórcio foram questões centrais nas discussões acerca da secularização, sendo encarados como desafios à laicidade do Estado e às garantias das liberdades individuais. O presente trabalho pretende analisar os embates de homens e mulheres que fizeram parte da luta pela secularização, bem como os atores religiosos e políticos que a combateram, por acreditarem que sem a chancela da Igreja, a ordem familiar e social estaria ameaçada. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The nineteenth century was the scenery of numerous social and political facts which marked many changes in Brazilian history, such as the Independence, Abolition of Slavery and the Proclamation of the Republic. The concepts of progress, modernity, secularism and freedom started to mean, for some people, the chance of a prosperous, more equal and fairer society in the future. In contrast, in the inception of certain sectors, there was strong resistance against these ideals which would condemn the country to decreasing social cohesion resulting in moral and religious decay. Marriage and divorce were central issues in discussions of secularization, being seen as challenges to the secular state and guarantees of individual liberties. This paper discusses the struggles of men and women who were part of the fight for secularization. Including religious and political leaders who fought it, believing that without the backing of the Church, family and the social system would be threatened.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17116/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.