Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/13490
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_BrunaCristinaJaquettoPereira.pdf870,6 kBAdobe PDFView/Open
Title: Tramas e dramas de gênero e de cor : a violência doméstica e familiar contra mulheres negras
Authors: Pereira, Bruna Cristina Jaquetto
Orientador(es):: Almeida, Tânia Mara Campos de
Assunto:: Violência conjugal
Violência contra as mulheres
Relações com a família
Issue Date: 4-Jul-2013
Citation: PEREIRA, Bruna Cristina Jaquetto. Tramas e dramas de gênero e de cor: a violência doméstica e familiar contra mulheres negras. 2013. 131 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: A presente dissertação tem por tema a violência doméstica e familiar contra mulheres negras. Promovo uma interlocução entre formulações teóricas e pesquisas empíricas consagradas sobre a violência doméstica e familiar contra as mulheres, inscritas no campo das ciências sociais, e o material recolhido em trabalho de campo, bem como busco reconstruir e perscrutar os cenários construídos pelas narrativas das informantes, com vistas a identificar práticas, dinâmicas, representações, sentidos e significados que digam respeito simultaneamente à cor/raça e ao gênero, que participem ou tenham implicações para a situação de violência doméstica. O objetivo foi investigar se e de que modo a cor/raça, em seu entrecruzamento com o gênero, participa da situação de violência doméstica e familiar contra as mulheres negras. Foi possível constatar que as interações pessoais no âmbito doméstico e familiar, bem como a violência travada em tal domínio, estão entremeadas por expectativas, significados e constituições identitárias que derivam da articulação entre as dimensões de gênero e de raça. De forma geral, foram encontradas convergências entre representações sociais das mulheres pretas e pardas e a forma como as mulheres negras inserem-se na situação de violência, bem como sentidos e modelos de feminilidade que destoam daquele que é tido como referencial e que é abordado hegemonicamente nos estudos de gênero. Adicionalmente, constatou-se a relevância da cor dos/das filhos/filhas como fator desencadeando da violência e também a ausência de referências às violências pautadas na cor/raça como violência doméstica e familiar – ainda quando decorrida neste âmbito. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This dissertation addresses the topic of domestic and family violence against black women. I promote an interlocution between theoretical formulations and empirical research dedicated to domestic violence against women, developed under the field of the social sciences, and the material collected during fieldwork, as well as I rebuild and analyze scenarios as described in the narratives of informants, in order to identify practices, dynamics, representations and meanings that relate both to color/race and gender, and which participate in or have implications for the situation of domestic violence. The main purpose is to investigate whether and how the color/race, in its intersection with gender, takes part in the situation of domestic violence against black women. It was found that the personal interactions in the domestic sphere and within the realm of the family, as well as the violence, are intertwined with expectations, meanings and identities that derive from the articulation between the dimensions of gender and race. It was possible to pinpoint that the personal interactions within the domestic and familiar realm, as well as the violence itself, are intertwined with expectations, meanings and identities constructions that stem from the intersectionality of gender and race. Generally speaking, the individual insertions in violent contexts analyzed were in convergence with social representation of black and brown women, and the prevalent meanings and models of femininity were found diverging from what is taken as referential and hegemonically addressed by gender studies. Additionally, the color of children was referred as an element of violence, and it was remarked that, even though racial violence can take place within domestic and familiar realm, it is not recognized as domestic violence.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13490/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.