Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/10730
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_JulianeAlbuquerqueAbeSabbag.pdf5,9 MBAdobe PDFView/Open
Title: Brasília, 50 anos : do urbanismo moderno ao planejamento estratégico
Authors: Sabbag, Juliane Albuquerque Abe
Orientador(es):: Medeiros, Ana Elisabete de Almeida
Assunto:: Planejamento urbano - Brasília (DF)
Issue Date: 18-Jun-2012
Citation: SABBAG, Juliane Albuquerque Abe. Brasília, 50 anos: do urbanismo moderno ao planejamento estratégico. 2012. 205 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: Brasília se coloca à parte no que tange ao desenho urbano e na forma como foi concebida, planejada e ocupada. Capital Federal desde 1960, cidade planejada aos moldes do urbanismo moderno da década de 1950, Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1987 e Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1990, recorre nos últimos anos ao planejamento estratégico como forma de se inserir em um contexto de competitividade entre cidades mundiais. A partir do entendimento que o urbanismo moderno e o planejamento estratégico são os dois principais planejamentos urbanos aplicados no ordenamento territorial de Brasília e que o plano diretor de ordenamento físico e espacial é o instrumento básico voltado a orientar a política de desenvolvimento e de ordenamento da expansão urbana, um documento orientador dos investimentos públicos e privados (a partir da década de 1990), a presente dissertação busca identificar, através da análise dos seis planos diretores e do documento Brasília Revisitada, de Lucio Costa, os elementos de atuação, de continuidade e de ruptura entre os planejamentos empregados no uso e ocupação territorial da cidade. Para tanto, o trabalho se estrutura em três partes. A Parte I, dividida em dois capítulos, aborda dois períodos, chamados aqui de Moderno e Pós‐Moderno, tratando do urbanismo moderno e do planejamento estratégico, além de trazer à tona o debate acerca do plano diretor nestes dois períodos. A Parte II contextualiza Brasília em três momentos distintos: a Moderna, a Patrimônio e a Pós‐Moderna. A Parte III dá lugar à análise propriamente dita dos seis planos diretores de ordenamento espacial e do Brasília Revisitada, de 1987, visando identificar, após apreciação, as características capazes de revelar a atuação, a continuidade e a ruptura do urbanismo moderno e do planejamento estratégico no território da Capital Federal, metrópole em formação, segundo o último plano diretor da cidade. Afinal de contas, a cidade se organiza (e se desorganiza) a partir das ações constantes nos seus planos diretores. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Brasilia stands apart when it comes to urban design and how it was conceived, planned and occupied. Federal Capital since 1960, the city planned along the lines of modern urbanism of the 1950s, World Heritage since 1987 and the National Historical and Artistic Heritage since 1990, draws in recent years in strategic planning as a way to enter in a context of competition between world cities. Based on the understanding that the modern urban planning and strategic planning are the two main urban planning applied in land of Brasilia and the master plan for physical and spatial planning is the basic tool aimed to guide policy development and planning of urban expansion , a guiding document for public and private investment (from 1990), this work seeks to identify, through analysis of six master plans and document Brasilia Revisitada, Lucio Costa, the elements of acting, continuity and break between the employees in planning land use and occupation of the city. To this end, the work is structured in three parts. Part I, divided into two chapters, covers two periods, called here the Modern and Postmodern, dealing with modern urban planning and strategic planning, and bringing up the debate on the master plan for these two periods. Part II contextualizes Brasilia in three distinct stages: the Modern, Heritage and the Postmodern. Part III gives rise to the actual examination of the six master plans of spatial planning and Brasilia Revisitada, 1987, to identify, after examining the characteristics that reveal the acting, continuity and rupture of modern urban planning and strategic planning in territory of the Federal Capital, the metropolis in the making, according to the latest city's master plan. After all, the city is organized (and disorganized) from the actions contained in their master plans.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2012.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10730/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.