Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/10661
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2003_VeraBonnaBrandao.pdf5,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Espaço urbano X apropriação social : um estudo de caso dos espaços públicos abertos de Taguatinga
Authors: Brandão, Vera Bonna
Orientador(es):: Holanda, Frederico Rosa Borges de
Assunto:: Planejamento urbano - Taguatinga (DF)
Urbanização - Brasília (DF)
Issue Date: 5-Jun-2012
Citation: BRANDÃO, Vera Bonna. Espaço urbano X apropriação social: um estudo de caso dos espaços públicos abertos de Taguatinga. 2003. XIII, 203 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2003.
Abstract: Este trabalho analisa o espaço urbano de Taguatinga, cidade do Distrito Federal, captando atributos espaciais relacionados à apropriação dos espaços abertos de uso coletivo. Partimos do pressuposto de que a configuração espacial da cidade interfere na localização das atividades e que a presença destas repercute na apropriação social dos espaços abertos de uso coletivo. Entende-se que o sistema potencial de presença e ausências estabelecido pela forma e pela localização de atividades no espaço, formando a textura da vida das pessoas no cotidiano, constitui elemento fundamental da vida urbana, apresentando implicações no modo de relacionamento entre os diferentes agentes sociais que vivem a cidade. Para descrever o desempenho do espaço urbano utilizam-se algumas teorias analíticas das quais destacamos a teoria da Sintaxe Espacial que será aplicada, neste trabalho, por atender diretamente aos nossos objetivos. Constata-se que em virtude de Taguatinga ser formada por diferentes tipos de tecido, reflexo da contribuição de diversas épocas, apresenta formas diversificadas de apropriação social em seus espaços públicos abertos. Os resultados deste trabalho são importantes na medida que nos dão subsídios para que, em nosso cotidiano de criar espaços urbanos, possamos determinar alguns princípios de projeto que amenizem as restrições a interação social.
Abstract: This work analyzes the urban space of Taguatinga, a city of the Distrito Federal, dealing specially with attributes related to the appropriation of open spaces of collective use. Our study is based on the assumption that the spatial configuration of the city influences the localization of activities, and both, in turn, are related with presence and absence of people in open spaces of collective use. It is assumed that the potential system of presence/absence established by the form and localization of activities in space, which shapes the texture of people's daily lives, constitutes a fundamental element of urban life, with important implications on the relationship patterns of the different social agents that live in the city. In order to describe the performance of the urban space, some analytical theories shall be applied particularly Space Sintax Theory, for it responds directly to our objectives. Due to different types of urban tissue that shape Taguatinga, a reflex of the contribution made in different times, it is evidenced that the city presents diverse forms of social appropriation in its opens public spaces. The results of this work are important in the sense that in the all present creation of urban spaces, they contribute to the determination of some principles by design that soften the restrictions of social interaction.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2003.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10661/statistics">



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons