Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8825
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_VanessaTerezinhaAlvesTentes.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Superdotados e superdotados underachievers : um estudo comparativo das características pessoais, familiares e escolares
Authors: Tentes, Vanessa Terezinha Alves
Orientador(es):: Fleith, Denise de Souza
Assunto:: Superdotados
Crianças superdotadas - educação
Psicologia do desenvolvimento
Issue Date: 30-Jun-2011
Citation: TENTES, Vanessa Terezinha Alves. Superdotados e superdotados underachievers: um estudo comparativo das características pessoais, familiares e escolares. 2011. 152 f. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: A baixa performance acadêmica em indivíduos superdotados constitui um fenômeno complexo, observado e relatado por professores, especialistas e pesquisadores da área há mais de três décadas. Porém, não se tem ainda uma definição consensual que agregue os vários elementos que compõem essa realidade aparentemente antagônica. A definição de baixa performance, underachievement em inglês, enfatiza a discrepância entre o potencial revelado (habilidade) e a performance (realização) particularmente no contexto escolar. Este estudo comparou dois grupos de alunos, superdotados e superdotados underachievers, de um atendimento educacional especializado para alunos com altas habilidades/superdotação, em relação às suas habilidades, preferências, interesses, aspectos motivacionais, características pessoais, relações interpessoais e acadêmicas e estilos de aprendizagem. Investigou ainda possíveis diferenças entre os alunos desses dois grupos, dos gêneros masculino e feminino, em relação à inteligência, criatividade, motivação para aprender, autoconceito, desempenho escolar e atitudes parentais. Participaram do estudo 96 alunos, sendo 53 superdotados e 43 superdotados underachievers. Utilizou-se um delineamento descritivo-comparativo e uma combinação de instrumentos para acessar as variáveis investigadas. Foram empregados testes psicométricos de inteligência não verbal, de pensamento criativo verbal e figurativo, e de desempenho acadêmico, bem como aplicadas escalas de características pessoais, acadêmicas e motivacionais, estilos de aprendizagem, autoconceito e atitudes parentais. A análise baseou-se também nos dados colimados no Protocolo de Investigação da Performance Acadêmica de Alunos Superdotados, análise documental e questionário demográfico. Para o estudo comparativo foi realizada a análise de variância multivariada (MANOVA). Os resultados indicaram prevalência de alunos superdotados underachievers entre superdotados na razão de 2:1. Os alunos superdotados, em comparação aos underachievers, obtiveram desempenho significativamente superior nas medidas de inteligência, criatividade total e criatividade ix verbal, autoconceito (na dimensão conduta comportamental e autoestima global), desempenho escolar total e no subteste de escrita. Por outro lado, os underachievers se destacaram nas medidas de motivação extrínseca quando comparados aos superdotados. Com relação ao gênero, os resultados sinalizaram diferenças significativas a favor do gênero masculino quanto à inteligência. Da mesma forma, as alunas obtiveram resultados superiores, quando comparadas aos alunos, nas medidas de criatividade verbal, motivação intrínseca para aprender, autoconceito na dimensão autoestima global e desempenho escolar na dimensão escrita. Interações significativas entre grupo e gênero foram observadas em relação à inteligência e autoconceito nas dimensões competência escolar, aceitação social e autoestima global. As alunas superdotadas underachievers obtiveram resultados inferiores em todas as medidas quando verificados os efeitos da interação grupo e gênero. Quanto às variáveis relacionadas à família, não foram observadas diferenças significativas no que tange às atitudes parentais adotadas na educação de superdotados e superdotados underachievers. Alunos underachievers são invisíveis ao sistema de ensino e estão de algum modo, excluídos dos processos educacionais e à mercê de vulnerabilidades pessoais e sociais. É imperativo que a sociedade se mobilize para criar alternativas alinhadas com o movimento de educação inclusiva, a fim de reverter essa realidade paradoxal. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The low academic performance in gifted individuals is a complex phenomenon observed and reported by teachers, specialists and researchers for over three decades. However, there is not a consensual definition that aggregates the various elements that compose this apparently antagonistic reality. The definition of poor performance, underachievement in English, emphasizes the discrepancy between the potential revealed (skill) and performance (achievement) particularly in the school context. This study compared two groups of students, gifted and gifted underachievers, of a specialized educational service for high abilities/or gifted students, according to their skills, preferences, interests, motivational factors/aspects, personal characteristics, interpersonal and academic relationships, and learning styles. It also investigated possible differences between male and female students of these two groups in relation to intelligence, creativity, motivation to learning, self-concept, academic performance and parental attitudes. Participants were 96 students, 53 gifted and 43 gifted underachievers. A descriptive-comparative research design was used together with a combination of tools to access the variables investigated. Nonverbal intelligence psychometric tests, verbal and figural creative thinking and academic performance tests were employed, as well as scales for personal, academic, and motivational characteristics, learning styles, self-concept and parental attitudes. The analysis was also based on data collimated in the Gifted Students Academic Performance Research Protocol, documentary analysis and a demographic questionnaire. For the comparative study, a multivariate analysis of variance (MANOVA) was performed. The results indicated prevalence of gifted students among gifted underachievers in a 2:1 ratio. Gifted students compared to underachievers performed significantly higher on measures of intelligence, total creativity and verbal creativity, self-concept (in the behavioral conduct and global self-esteem dimensions), total school performance and in the writing sub-test. On the other hand, the underachievers had a better performance in the measures of extrinsic motivation compared to gifted students. Regarding gender, the results showed significant differences in favor of males on the intelligence. Likewise, female students achieved superior results when compared to male students in measures of verbal creativity, intrinsic motivation to learning, global self-esteem and school performance in the writing dimension. Significant interactions between group and gender were observed in relation to intelligence and self-concept, in dimensions such as school competence, social acceptance and global self-esteem. The female gifted underachievers underperformed in all measures when the effects of group interaction and gender were checked. Regarding the variables related to family, no significant differences were perceived concerning parental educational attitudes of gifted and gifted underachievers. Underachiever students are invisible to the education system and are otherwise excluded from educational processes at the mercy of personal and social vulnerabilities. It is imperative that society be mobilized to create alternatives in line with the movement of inclusive education in order to reverse this paradoxical reality.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2011.
Appears in Collections:PED - Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8825/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.