Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/3675
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_CustosEscassezMeioCirculante.pdf242,78 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Custos da escassez no meio circulante do Brasil de moedas metálicas
Outros títulos: Cost of shortage in the current environment of Brazil coins
Autor(es): Matias-Pereira, José
Assunto: Meio circulante
Banco Central do Brasil
Moeda - Brasil
Economia
Sistema financeiro
Data de publicação: 2010
Referência: MATIAS-PEREIRA, José. Custos da escassez no meio circulante do Brasil de moedas metálicas. Observatorio de La Economía Latinoamericana, Brasília, n. 125, 2010. Disponível em: <http://www.eumed.net/cursecon/ecolat/br/10/jmp.htm>. Acesso em: 22 fev. 2010.
Resumo: O objetivo principal desta pesquisa é avaliar como a sociedade utiliza o dinheiro, e de forma específica os hábitos no uso das moedas metálicas, bem como verificar se está ocorrendo prejuízos aos consumidores, diante da escassez no meio circulante de moedas de troco. Buscase, ainda, examinar se o Banco Central do Brasil (BCB) – na qualidade de autoridade monetária – está atuando de forma adequada para suprir as necessidades no meio circulante de moedas metálicas. Para isso, além do exame dos relatórios, dados e literatura sobre o tema, realizou-se uma pesquisa de campo junto à população - com dez anos ou mais - no Distrito Federal, visando mensurar os seus hábitos e percepção sobre as conseqüências da falta de moedas de troco. Os resultados da pesquisa revelaram que o consumidor não tem uma percepção clara sobre os seus prejuízos causados pela escassez de moedas metálicas em circulação. Observouse, ainda, em que pese os esforços, que o BCB não está atuando de forma adequada na disponibilização de moedas metálicas para facilitar as relações de troca na economia. Concluise, entre outras medidas, que é necessário que BCB reexamine os critérios utilizados na gestão do meio circulante em relação às moedas de troco, bem como estreite as parcerias com o setor privado, terceiro setor, e órgãos de defesa do consumidor, visando mudar os hábitos dos usuários na utilização do dinheiro. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The aim of this research is to assess how the company uses the money and specifically the habits in the use of coins and see if damage is occurring to consumers due to the scarcity in the circulating coins in change. The aim is to also examine whether the Central Bank of Brazil (BCB) - as a monetary authority - is acting appropriately to the needs in the circulating coins. To do this, audit reports, data and literature on the subject, there was a field research among the population - with ten years or more - in the Federal District, in order to measure their habits and perceptions of the consequences of lack of coins in change. The survey results revealed that the consumer does not have a clear idea about their losses caused by the shortage of coins in circulation. There was also, despite the efforts that the BCB is not acting appropriately in the delivery of coins to facilitate trade exchange in the economy. It is, among other measures, it is necessary for BCB reconsider the criteria used in the management of the currency against the currencies of change and intensifying partnerships with the private sector, third sector bodies and consumer protection in order change the habits of users in the use of money.
Aparece nas coleções:ECO - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.