Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/35225
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MarlenePereiraChaves.pdf2,49 MBAdobe PDFView/Open
Title: Desenvolvimento subjetivo de estudantes com deficiência intelectual como processo mobilizador da aprendizagem escolar
Authors: Chaves, Marlene Pereira
Orientador(es):: Rossato, Maristela
Assunto:: Subjetividade - aprendizagem
Desenvolvimento da criança
Deficiência intelectual
Inclusão escolar
Issue Date: 2-Aug-2019
Citation: CHAVES, Marlene Pereira. Desenvolvimento subjetivo de estudantes com deficiência intelectual como processo mobilizador da aprendizagem escolar. 2019. xvii, 191 f. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: O objetivo deste estudo foi compreender como o processo de desenvolvimento subjetivo dos estudantes com deficiência intelectual pode mobilizar processos de aprendizagem escolar. A pesquisa foi embasada teoricamente na perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano a partir das contribuições de Vigotski, de modo especial em relação à defectologia, e na Teoria da Subjetividade na perspectiva cultural-histórica desenvolvida por González Rey. A metodologia construtivo-interpretativa é orientada pela Epistemologia Qualitativa, na qual os pressupostos estão pautados nas relações dialógicas entre o pesquisador e os participantes, enfatizando a importância da singularidade dos processos de investigação e concebendo a produção do conhecimento no processo construtivo-interpretativo. Realizou-se a pesquisa com duas participantes do terceiro ano do Ensino Fundamental em classe inclusiva de uma escola pública do Distrito Federal. A produção das informações ocorreu por meio de instrumentos favorecedores da expressão das participantes: dinâmicas conversacionais, recursos imagéticos, experiências sociorrelacionais, caderno de memórias, complemento de frases lúdico e observação participante ativa. Por meio da análise e da construção das informações, valorizou-se a interpretação do pesquisador diante dos indicadores e das hipóteses quanto à constituição da subjetividade e ao desenvolvimento subjetivo das participantes. Considerou-se que as experiências sociorrelacionais no contexto inclusivo podem promover a emergência do sujeito e favorecer o movimento da subjetividade por meio do espaço dialógico, possibilitando, assim, aos estudantes com deficiência intelectual, a mobilização de sua aprendizagem escolar, compreendida, neste estudo, como criativa e compreensiva.
Abstract: The aim of this study was to understand how the process of subjectivity development of students with intellectual disability can mobilize the process of school learning. Hence, the theoretical framework was based on the cultural historical perspective of human development from Vigotski contributions and his conceptions about the disability and on the study of Theory of Subjectivity developed by González Rey. The constructive-interpretative methodology is oriented by the Qualitative Epistemology, in which the assumptions are guided by the dialogical relations between the researcher and the participants, emphasizing the importance of the singularity of investigation processes and conceiving the production of knowledge in constructive-interpretative process. The research was conducted with two participants of the third year of Elementary School in inclusive class of a public school of Distrito Federal. The information production was made through instruments that help the expression of the participants: conversational dynamics, imaging resources, socio-relational experiences, memory notebook, playful phrase complement and active participant observation. Through the analysis and the construction of information, valued the interpretation of the researcher in front of the indicators and the hypotheses about the constitution of subjectivity and the subjective development of the participants, identifying that the socio-relational experiences in the inclusive context can promote the emergence of the subject and helps the movement of the subjectivity, making it possible, therefore, for the students with intellectual disabilities, the mobilization of your school learning, included, in this study, as criative and understanding.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35225/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.