Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32997
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_VilmaJoséSabinoKamaiurá.pdf3,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Resistência e luta : questões de letramentos e identidades de docentes indígenas
Autor(es): Kamaiurá, Vilma José Sabino
Orientador(es): Caetano, Carmem Jená Machado
Assunto: Letramento - aspectos sociais
Índios - identidade
Professores - índios
Educação indígena
Data de publicação: 9-Nov-2018
Referência: KAMAIURÁ, Vilma José Sabino. Resistência e luta: questões de letramentos e identidades de docentes indígenas. 2018. 130 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Neste trabalho apresentamos o resulto de uma investigação sobre representação identitárias das práticas sociais de letramentos, vivenciadas no curso de formação de professores indígenas no Magistério Intercultural, em relação aos seus discursos acerca de práticas e eventos de (multi) letramentos, no contexto bilíngue da educação escolar indígena. Clarificamos que esta dissertação está centrada na concepção de linguagem em uso. Tivemos como interesse perceber em nossa investigação questões relacionadas às identidades (re) construídas nas práticas cotidianas de um curso de formação de docentes indígenas. As questões de (multi) letramentos são imbricadas de relações de poder, desta forma esse conceito precisou ser pensado em relação a uma cultura específica como o é a indígena. Além disso, percebemos que outros processos discursivos estão relacionados com a vida social da comunidade indígena. Portanto, nossa pesquisa que é de cunho qualitativo contou com uma triangulação de métodos como a observação participativa, entrevistas semi-estruturadas, relatos e anotações em diários de campo para o melhor entendimento do fenômeno estudado. Para levar adiante nossa investigação acerca da (re) constituição e (re) construção das identidades, nos apoiamos em autores consagrados como Castells (1999, 2003,) e Giddens (1990, 1999, 2001, 2002, 2005). Já para os conceitos de letramentos nos debruçamos nas pesquisas de ícones como Barton (1994, 1998, 2000), Barton e Hamilton (1984), Street (1984, 1985, 1993, 2002), Janks (2013). Os dados foram colhidos e gerados em pesquisa de campo em visitas às aldeias que possuem escolas em que a língua portuguesa faça parte do currículo e em que os professores sejam alunos no curso do magistério intercultural nas escolas indígenas no Alto Xingu no Mato Grosso. Portanto, aqui ressaltamos a necessidade de pesquisas que se preocupem com formação linguística tanto para o fortalecimento da nossa língua materna indígena, quanto para o conhecimento cientifico acerca da língua portuguesa como uma língua que possui um status e um poder diferenciado da nossas línguas indígenas. No entanto, deixamos claro que não aceitamos que esse poder signifique uma supremacia em relação às nossas línguas (daí pensar em resistência e em luta). O que pretendemos é que pesquisas como a nossa sirvam de estímulo para que mais pesquisadores se preocupem em enfocar aspectos que não sejam tão somente descritivos das línguas indígenas. Isso é muito importante, não negligenciamos a necessidade desses estudos. Na verdade, o que queremos é unir estudos que se preocupem com a exterioridade da língua. Nesse sentido, a proposta é contribuir para que as línguas indígenas sejam cada vez mais alçadas por pesquisadores comprometidos com o estudo da linguagem em sua funcionalidade o que demandará, ao nosso ver, um fortalecimento do processo de entendimento de identidades de lutas e de resistências dos povos indígenas brasileiros. Por fim é preciso que deixemos claro que os nossos estudos acerca de identidades e (multi) letramentos dos alunos-professores e professores indígenas que falam a língua Kamaiurá e Aweti, devem ser entendidos como uma contribuição para a valoração das línguas que formam esse país.
Abstract: In this work we present the results of an investigation on identity representation of the social practices of literacy, experienced in the training course of indigenous teachers in intercultural teaching, in relation to their discourses about practices and events of (multi) literacy, in the bilingual context of education indigenous school. We clarify that this dissertation is centered in the conception of language in use. We had as interest to understand in our investigation issues related to (re) constructed identities in the daily practices of a training course for indigenous teachers. The (multi) literacy questions are intertwined with Power relations, in this way this concept needed to be thought in relation to a specific culture such as the indigenous one. In addition, we perceive that other discursive processes are related to the social life of the indigenous community. Therefore, our research qualitative study counted on a triangulation of methods such as participatory observation, semi-structured interviews, reports and annotations in field journals for a better understanding of the phenomena studied. In order to carry out our research on the (re) constitution and (re) construction of identities, we rely on established authors such as Castells (1999, 2003) and Giddens (1990, 1999, 2001, 2002, 2005). As for the concepts of literacy, we are concerned with the research of icons such as Barton (1994, 1998, 2000), Barton and Hamilton (1984), Street (1984, 1985, 1993, 2002), Janks (2013). The data were collected and generated in field research in visits to the villages that have Portuguese language schools as part of the curriculum and in which the teachers are students in the intercultural teaching course in the indigenous schools in the Alto Xingu in Mato Grosso. Therefore, we emphasize the need for research that in Mato Grosso. Therefore, we stress here the need for research that is concerned with linguistic formation both for the strengthening of our indigenous mother tongue and for the scientific knowledge about the Portuguese language as a language that has a status and a differentiated power of our indigenous languages. However, we make it clear that we do not accept that this power means a supremacy in relation to our languages (hence the idea of resistance and struggle), but only what we want is for research like ours to stimulate more researchers to worry about to focus on aspects that are not just descriptive of languages. This is very important, we do not neglect the need for such studies. In fact they want to unite studies that concern themselves with the exteriority of the language. In this sense, the proposal is to contribute to the growing number of indigenous languages by researchers committed to the study of language in its functionality, which in our view will require a strengthening of the process of understanding the identities of peoples' struggles and resistance indigenous peoples. Finally, we must clarify that our studies about identity and (multi) literacy of indigenous students and teachers who speak Kamaiurá and Aweti should be understood as a contribution to the valuation of the languages that form that country.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Superior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.