Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32531
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_LincolnPinheirodeOliveira.pdf2,79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Estudo de oleaginosas alternativas para a produção de biodiesel e bio-óleo
Autor(es): Oliveira, Lincoln Pinheiro de
Orientador(es): Suarez, Paulo Anselmo Ziani
Assunto: Biocombustíveis
Oleaginosas
Biodiesel - produção
Transesterificação
Óleos vegetais - combustível
Craqueamento térmico
Data de publicação: 23-Ago-2018
Referência: OLIVEIRA, Lincoln Pinheiro de. Estudo de oleaginosas alternativas para a produção de biodiesel e bio-óleo. 2018. xi, 62 f., il. Dissertação (Mestrado em Tecnologias Química e Biológica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Nesse trabalho duas diferentes espécies de oleaginosas foram estudadas como fontes de triacilglicerídeos para produção de biocombustíveis. Essas espécies são nativas do território brasileiro e podem ser uma boa solução para a produção de combustíveis, colaborando com a preservação das florestas tropicais e da vegetação costeira, sem atrapalhar a produção de alimentos. Portanto foram estudados os óleos e gorduras extraídos das sementes de Pachira aquatica Aublet e Magonia pubescens St. Hil, para avaliar as suas características físico-químicas e composição química para realizar a produção de biodiesel e bio-óleo. Para avaliar o potencial dos biocombustíveis produzidos foram realizadas analises dos mesmos, e em seguida a comparação com o óleo diesel de petróleo e com as especificações para biodiesel, sendo estudado a densidade, viscosidade, acidez, ponto de fusão, estabilidade oxidativa, capacidade calorifica, índice de carbono, teor de cinzas, destilação atmosférica e índice de cetano, dos produtos obtidos. Alguns estudos exibiram bons resultados, como para os produtos de Magonia Pubescens, além de obter uma satisfatória quantidade de material lipídico (34,35%), os seus produtos apresentaram resultados mais semelhantes ao diesel de petróleo e biodiesel estipulados pela ANP. Já a Pachira aquatica apresentou uma boa quantidade de gordura, aproximadamente 40%, mas os seus produtos não apresentaram bons resultados, sendo que algumas análises foram comprometidas, devido a pequena quantidade de insaturações em sua composição, dificultando uma comparação com os valores determinados pela ANP.
Abstract: In this work, two different perennial tree species were studied as triacylglyceride sources for producing biofuels. These species grow wild in Brazil and may be a good solution for oil production that does not rely on food sources or fossil fuels while encouraging preservation of the rain forest and seashore vegetation. Consequently, we studied oils obtained from Pachira aquatica Aublet and Magonia pubescens St. Hil to evaluate their characteristics and chemical composition, to execute the production of biodiesel and bio-oil. Biofuels produced were analyzed and then compared with fossil diesel and biodiesel specified by ANP, in order to evaluate their potential, by studying the density, kinematic viscosity, acidity, melting point, oxidative stability, heat of combustion, carbon residue, ash residue, automatic distillation and cetane number of the products obtained. Some studies showed good results, as the products derivatives of Magonia pubescens, presented a satisfactory amount of lipid material (34.35%) and characteristics more similar to the petroleum diesel and biodiesel stipulated by ANP. Pachira aquatica presented a good amount of fat, approximately 40%, but their products did not present good results, and some analyzes were compromised, due to the small amount of unsaturated chains in their composition, making it difficult to compare them with the values determined by ANP.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Química e Biológica, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IQ - Mestrado em Tecnologia Química e Biológica

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.