Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31877
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_FlavianeCorrêa.pdf1,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Emocionalidade de estímulos como moderador do efeito de conformidade de memória
Autor(es): Corrêa, Flaviane
Orientador(es): Buratto, Luciano Grüdtner
Assunto: Memória de reconhecimento
Emoções
Intervalo de retenção
Data de publicação: 15-Mai-2018
Referência: CORRÊA, Flaviane. Emocionalidade de estímulos como moderador do efeito de conformidade de memória. 2018. ix, 74 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências do Comportamento)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Conformidade de memória é o fenômeno em que relatos de memória de um indivíduo são alterados após exposição aos relatos de outro indivíduo. Estudos de conformidade com estímulos emocionais ainda são escassos, e os poucos estudos sobre o tema relatam resultados contraditórios. Em dois experimentos, avaliamos se a emocionalidade dos estímulos modera o efeito de conformidade de memória em tarefa de reconhecimento. No Experimento 1, manipulamos o intervalo de retenção entre estudo e teste (5 minutos vs. 2 dias) a fim de avaliar se a consolidação de memória, que depende do intervalo de retenção, afetaria diferencialmente a conformidade para estímulos negativos e neutros. No Experimento 2, aumentamos a distintividade dos estímulos negativos em relação aos neutros a fim de aumentar a força da manipulação de emocionalidade. Em ambos os experimentos, a emocionalidade dos estímulos não moderou a conformidade de memória. A conformidade foi similar em condições que produzem fortes efeitos de conformidade e de memória emocional. Dois achados adicionais sugerem novas vias de investigação. Primeiro, a ordem em que as condições controle e experimental são apresentadas pode ser importante. Na condição experimental, os participantes foram expostos à resposta de um confederado antes de entrarem a própria resposta. Quando essa condição ocorreu na primeira parte do experimento, os participantes conformaram mais do que quando ocorreu na segunda parte (Experimento 2). O segundo achado foi o de que a acurácia para estímulos neutros na condição experimental foi maior que na condição controle, mas somente quando a condição experimental ocorreu antes da condição controle (Experimento 1). Esses achados, no entanto, não foram observados nos dois experimentos e requerem replicação futura. Os resultados são discutidos em relação à ideia de que conformidade pode beneficiar a memória, não só prejudicá-la, principalmente para itens associados a baixa confiabilidade de memória, como os itens neutros.
Abstract: Memory conformity is the phenomenon whereby memory reports from one person are modified by memory reports from another person. Memory conformity studies with emotionally-laden stimuli are still scarce and have provided conflicting results. In two experiments, we assessed whether stimulus emotionality moderates memory conformity in recognition tasks. In Experiment 1, the interval between study and test phases was manipulated (5 minutes vs. 2 days) in order to assess whether memory consolidation, which depends on retention interval, could differentially affect conformity for negative and neutral stimuli. In Experiment 2, we increased the relative distintctiveness between negative and neutral items in order to increase the strength of the emotionality manipulation. In both experiments, stimulus emotionality did not moderate memory conformity. Conformity was similar under conditions that yield strong effects of conformity and strong emotional enhancement of memory. Two additional findings suggest further research directions. First, the relative order of control and experimental conditions may be relevant. In the experimental condition, participants were exposed to responses from a confederate before being able to enter their own responses. When this experimental condition occurred in the first half of the experiment, participant conformed more than when the experimental conditions occurred in the second half of the experiment (Experiment 2). The second finding is that the accuracy for neutral stimuli in the experimental condition was higher than in the control condition, but only when the experimental condition occurred before the control condition (Experiment 1). These findings, however, were not observed in both experiments and require replication. The results are discussed in relation to the emerging view that conformity can benefit memory performance, not only impair it, especially for stimuli associated with low confidence responses, such as neutral items.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:PPB - Mestrado em Ciências do Comportamento (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.