Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31154
Título: Da hegemonia do eu à irrupção do outro : o erotismo nas obras de André Malraux
Autor(es): Machado, Patricia de Oliveira
Orientador(es): Eyben, Piero Luis Zanetti
Assunto: Erotismo na literatura
Hegemonia
Literatura francesa
Malraux, André, 1901-1976 - crítica e interpretação
Data de publicação: 5-Fev-2018
Data de defesa: 18-Set-2017
Referência: MACHADO, Patricia de Oliveira. Da hegemonia do eu à irrupção do outro: o erotismo nas obras de André Malraux. 2017. 220 f., il. Tese (Doutorado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Este trabalho tem como objetivo refletir acerca do erotismo na obra de André Malraux, seguindo, primeiro, um movimento que parte da hegemonia do eu e vai em direção à irrupção do outro e, em segundo lugar, traçando um paralelo com a própria escritura do autor. Para tal, faz-se necessário, na primeira parte da tese, retraçar as concepções tradicionais de erotismo e de escritura, cujo ponto de partida é o individualismo e a primazia do eu. Por seu turno, na segunda parte, intenta-se colocar em questão a hegemonia do eu nas relações eróticas, apontando para os vestígios, os traços da irrupção do outro. Na contracorrente das reduções biográficas do texto malruciano e de um erotismo egoísta cujo fim é humilhar o outro, o presente trabalho mostrará que o abandono da procura do autor na obra, bem como o enfraquecimento do eu nas relações eróticas, conduz-nos à descoberta de uma alteridade infinitamente distante e irredutível.
Abstract: This study aims to reflect on the eroticism in the work of André Malraux, following, first, a movement that starts from the hegemony of the self and goes towards the irruption of the other and, secondly, drawing a parallel with the own writing of the author. To do this, it is necessary, in the first part of the work, to retrace the traditional conceptions of eroticism and writing, whose starting point is the individualism and the primacy of the self. On the other hand, in the second part, an attempt is made to question the hegemony of the self in erotic relations, pointing to the vestiges, to the traces of the irruption of the other. In the countercurrent of the biographical reductions of the Malrauxian work and of a selfish eroticism, whose goal is to humiliate the other, the present study shows that the abandonment of the search for the author in the literary work, as well as the weakening of the self in the erotic relations, leads us to the discovery of an infinitely distant and irreducible alterity.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:TEL - Doutorado em Literatura (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_PatríciadeOliveiraMachado.pdf2,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.