Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24939
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_GabrielleSant’AnnaVieira.pdf624,43 kBAdobe PDFView/Open
Title: Desenvolvimento fetal e parâmetros hematológicos e bioquímicos de potros das raças Campeiro e Pantaneiro
Other Titles: Fetal growth and hematological and biochemist parameters of campeiro and pantaneiro’ s breed foals
Authors: Vieira, Gabrielle Sant’ Anna
Orientador(es):: Oliveira, Rodrigo Arruda de
Assunto:: Equino - morfologia
Neonatologia
Hematologia veterinária
Issue Date: 1-Nov-2017
Citation: VIEIRA, Gabrielle Sant’ Anna. Desenvolvimento fetal e parâmetros hematológicos e bioquímicos de potros das raças Campeiro e Pantaneiro. 2017. x, 55 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: As raças Pantaneiro e Campeiro foram criadas, por muito tempo, somente dentro de seus Estados de origem. Como consequência, um baixo número de exemplares foi gerado, e como forma de conservação de recursos genéticos, torna-se necessário estabelecer os padrões reprodutivos e clínicos desses animais como forma de implantar novas biotecnologias aplicadas à reprodução. Objetivou-se realizar uma avaliação descritiva da determinação da idade fetal por meio da medição da órbita ocular dos fetos de éguas das raças Campeiro e Pantaneiro e também avaliar as mudanças sequenciais na hematologia e bioquímica de potros dessas raças, do nascimento aos seis meses de vida, através da mensuração do número de hemácias, concentração de hemoglobina (Hb), volume corpuscular médio (VCM), concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM), leucócitos (Leuc), linfócitos (Linf), eosinófilos, monócitos, basófilos, número de plaquetas (Plt), fibrinogênio (Fib), albumina (Alb), proteínas plasmáticas totais uréia, creatinina (creat), aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (FA), gama glutamil transferase (GGT) e globulinas (Glob). Foram utilizadas 10 éguas, sendo 5 da raça Pantaneiro e 5 da raça Campeiro. O modelo de regressão que melhor se aplicou para relacionar essas duas variáveis é o modelo de regressão linear. O modelo obtido para a raça Campeiro foi y = -55,802+11,1x (R2 = 0,977 e P<0,05) e para a raça Pantaneiro y = - 49,742+10,9x (R2 = 0,972 e P<0,05), onde y representa a idade gestacional em dias, e x representa o diâmetro da órbita ocular fetal em milímetros. Não houve diferença significativa quanto à relação idade de gestação/ órbita ocular fetal entre as duas raças (P=0,578). Não houve diferença significativa em relação aos parâmetros hematológicos entre as os potros Campeiros e Pantaneiros, e quando comparados com a literatura observou-se diferenças quanto às médias e alterações das variáveis sanguíneas. Essas variações hematológicas e bioquímicas providenciam informações úteis para avaliações clínicas de potros Campeiros e Pantaneiros até os 6 meses de idade.
Abstract: Campeiro and Pantaneiro’s breed horses were preserved, for a long time, just inside their original States. As a result, a small number of specimens was brought forth, and like a way of conservation of the genetic resource, it is important to establish reproductive and clinical patterns of these animals with the purpose of implanting new biotechnology of equine’s reproduction. This work aimed to evaluate the fetal age through the diameter of fetal orbits of Campeiro and Pantaneiro’s mares and also to evaluate sequential changes in hematological and biochemist parameters of healthy Campeiro and Pantaneiro’s foals from birth to six months of life, like red blood cells (RBC), hemoglobin concentration (Hb), mean cell volume (MCV), mean cell hemoglobin concentration (MCHC), white blood cells (WBC), lymphocytes, eosinophils, monocytes, basophils, platelets, fibrinogen, albumin, total plasma protein (TPP), urea, creatinine, aspartate aminotransferase (AST), alkaline phosphatase (ALP), gammaglutamyl transferase (GGT), and globulins. Hematological values were assessed in foals of 10 mares, 5 of these mares were Pantaneiro and the other 5 Campeiro. Thus, the suitable regression model to determinate the gestational age was a linear regression model. The obtained model to the Campeiro’s breed was y = -55.802+11.1x (R2 = 0.977, P<0.05) while the model to Pantaneiro’s breed was y = -49.742+10.9x (R2 = 0.972, P<0.05), where y represents the gestational age in days, and x represents the diameter of the fetal ocular orbit in millimeters. We found no significant difference related to gestational age/fetal ocular orbit among these breeds (P=0.578). There was no significant difference related to hematological and biochemist parameters between Campeiro and Pantaneiro’s foals, but when compared with the literature we verified differences related to mean values of some blood parameters. These hematological and biochemist changes provide useful information for clinical evaluation of Campeiro and Pantaneiro’s foal to six months of age.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24939/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.