Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24592
Título: Francofonia : igualdade e diversidade? : Francês língua estrangeira e relações étnico-raciais no contexto do Distrito Federal
Autor(es): Ferreira, Jane Margareth
Orientador(es): Barbosa, Lúcia Maria de Assunção
Assunto: Francofonia
Ensino da História da África
Educação e cultura
Ensino de história
Data de publicação: 20-Set-2017
Data de defesa: 27-Mar-2017
Referência: FERREIRA, Jane Margareth. Francofonia: igualdade e diversidade? Francês língua estrangeira e relações étnico-raciais no contexto do Distrito Federal. 2017. 124 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A francofonia tem sido defendida como uma forma de coabitação cultural, de respeito à diversidade, de solidariedade entre povos. A Lei 10.639/2003 garante o ensino da História da África e da Cultura Afro-Brasileira em todas as disciplinas do currículo escolar brasileiro, do Ensino Fundamental e Médio. Assim, esta pesquisa se propõe a investigar como o ensino de cultura associado à francofonia e à Lei nº 10.639/2003 pode promover um ensino que também vise à educação das relações étnico-raciais. Segundo Abdallah-Pretceille (2006), os materiais didáticos são dotados de grande carga ideológica e cultural. Desse modo, vemos os materiais didáticos como importantes ferramentas para o ensino de cultura em aula de FLE. Assim, buscaremos também analisar quais os efeitos do material didático preparado de acordo com as diretrizes da lei 10.639/2003. Na fundamentação teórica desta pesquisa, estudamos a relação entre língua e cultura, passando por considerações sobre cultura e ensino de línguas. Também refletimos sobre a necessidade de promoção da educação étnico racial. Buscamos ainda tratar sobre ensino de línguas e questões de identidade. Por fim, fazemos considerações acerca da francofonia. Esta pesquisa foi realizada em ambiente de centro público de línguas onde foram ministradas 12 aulas correspondentes a dois módulos. Um módulo tratando do tema francofonia e outro módulo enfatizando questões relacionadas à aplicação da Lei 10.639/2003. Esta é uma pesquisa qualitativa, caracterizada como pesquisa-ação, de caráter interpretativista. Esperamos contribuir para a reflexão sobre a inserção da cultura no ensino de línguas como um elemento provocador de reflexões, debates, formação do indivíduo, construção de novas perspectivas sociais e também desconstrução de valores relacionados à raça e preconceitos cultivados em nosso meio.
Abstract: Francophonie has been claimed as a way of cultural cohabitation, respect to diversity and solidarity among peoples. Federal law number 10.639/2003 requires that History of Africa and Afro-Brazilian culture must be taught in all disciplines of the Brazilian school curriculum in Middle and High school. Thus, this research pursues to investigate how teaching culture associated with Francophonie and law 10.639/2003 can promote teaching that also aims at education of ethnic-racial relations. According to Abdallah-Pretceille (2006), teaching materials carry a heavy ideological and cultural load. Therefore, we see teaching materials as important tools for teaching culture in French as Foreign Language classes. This way, we will also try to analyze the effects of teaching materials prepared according to law 10.639/2003. On the theoretical basis of this research, we studied the relation between language and culture, approaching some considerations on culture and language teaching. Also, we reflected on the necessity of promoting ethnic-racial education. We also sought to study language teaching and identify issues. Finally, we made considerations on Francophonie. This research was carried out in a public language center, where 12 classes were taught as part of two modules. One of the modules considered the theme Franchonie and the other one emphasized questions related to law 10.639/2003. This is a qualitative research, characterized as research action of interpretative nature. We hope to contribute to a reflection about inserting culture in language teaching as an element that provokes reflection, debates, personal development, new social perspectives, and also the deconstruction of values related to race and prejudice around us.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_JaneMargarethFerreira.pdf2,54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.