Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24441
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_HelderArnsPedron.pdf4,47 MBAdobe PDFView/Open
Title: Os delegados foram alocados com justiça? : valores humanos como preditores da percepção de justiça organizacional na distribuição da alocação funcional dos Delegados da Polícia Civil do Distrito Federal
Authors: Pedron, Helder Arns
Orientador(es):: Torres, Cláudio Vaz
Assunto:: Valores humanos
Justiça
Recursos humanos
Polícia civil
Issue Date: 11-Sep-2017
Citation: PEDRON, Helder Arns. Os delegados foram alocados com justiça?: valores humanos como preditores da percepção de justiça organizacional na distribuição da alocação funcional dos Delegados da Polícia Civil do Distrito Federal. 2017. 154 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Neste estudo de caráter essencialmente exploratório e abordagem quantitativa, investigou-se a relação de predição dos valores humanos individuais sobre a percepção de justiça organizacional dos delegados da Polícia Civil do Distrito Federal, tendo por contexto empírico a alocação desses profissionais na estrutura dessa organização pública. 206 delegados responderam ao Questionário de Valores Revisado, PVQ-R (Schwartz et al., 2012; Torres et al., 2016) e à Escala de Percepção de Justiça Organizacional, EPJO (Mendonça et al., 2003). Encontraram-se evidências de predição de Justiça Distributiva (R² = 0,043) e Justiça de Procedimentos (R² = 0,068), pelos valores individuais de Conservação, assim como de Justiça Interacional (R² = 0,022) pelos valores de Abertura à Mudança. Tais achados principais podem ser explicados pelas metas motivacionais dos valores de Auto-expansão versus Evitação de Ansiedade, as quais podem levar as pessoas a se preocuparem mais com justiça organizacional em contextos de incerteza. Encontraram-se indícios de correlação reversa entre Valores de Autoproteção e as variáveis Justiça Distributiva (r = -0,173*) e Justiça de Procedimentos (r = -0,181*), havendo indícios de correlação direta entre Valores de Auto-expansão com Justiça Distributiva (r = 0,173*) e Justiça de Procedimentos (r = 0,181*). Os dados também apontam para correlação direta entre valores Abertura à Mudança, com idade (r = 0,289**) e tempo de serviço (r = 0,257**). O conjunto de valores que predomina dentre os delegados de polícia é o de Autopromoção e, em relação à justiça organizacional, os delegados apresentam mediana percepção de justiça distributiva (M=2,96; DP=1,16), média para baixa Justiça de procedimentos (M=2,28; DP=0,92), e média para alta percepção de justiça interacional (M=3,52; DP=1,02) sobre a alocação dos postos de trabalho na estrutura organizacional.
Abstract: In this essentially exploratory study with quantitative approach, it has been investigated the prediction of organizational justice perceptions, by individual human values from the police delegates of the Federal District Police, having as an empirical context the allocation of these professionals in the structure of the organization. 206 delegates answered the Portrait Values Questionaire – PVQ-R (Schwartz et al., 2012; Torres et al., 2016) and the Organizational Justice Perception Scale – EPJO (Mendonça et al., 2003). The results point out the predictive power on Distributive Justice (R² = 0.043) and Procedural Justice (R² = 0.068), by the individual human values of Conservation, while Interactional Justice is predicted by Openness to Change values (R² = 0.022). These key findings can be explained by the motivational goals of Self-protection versus Growth indidual values, which can lead people to become more concerned about organizational justice in contexts of uncertainty. Evidence of reverse correlation was found between Self-Protection Values and the Distributive Justice variables (r = -0,173*) and Procedural Justice (r = -0,181*). There are indications of a direct correlation between Self-expansion Values with Distributive Justice (r = 0,173*) and Procedural Justice (r = 0,181*). The data also suggests direct correlation between Openess to Change values whit age (r = 0,289**) and job tenure (r = 0,257**). The set of values that predominates among the police delegates is Self-enhancement and, concerning organizational justice, the delegates presented a median perception of Distributive Justice (M = 2.96, SD = 1.16) and median to low perception of Procedural Justice (M = 2.28, SD = 0.92), about the allocation of job stations in the organizational structure, presenting median to high perception for Interactional Justice (M = 3.52, SD = 1.02).
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24441/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.