Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24122
Título: O ambiente virtual de aprendizagem MOODLE como espaço multimodal de ensino de língua portuguesa
Autor(es): Araújo, Gizele Santos de
Orientador(es): Ferraz, Janaína de Aquino
Assunto: Língua portuguesa - estudo e ensino - Brasil
Moodle
Multimodalidade
Ambientes virtuais de aprendizagem
Data de publicação: 15-Ago-2017
Data de defesa: 16-Dez-2016
Referência: ARAÚJO, Gizele Santos de. O ambiente virtual de aprendizagem MOODLE como espaço multimodal de ensino de língua portuguesa. 2016. 120 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: No momento em que o ensino da língua materna, no Brasil, aprimora-se consideravelmente, ainda observa-se a necessidade de práticas pedagógicas mais condizentes à formação cidadã de indivíduos capazes de compreender, de interpretar e de produzir uma gama de textos de múltiplos modos circulantes nas diversas esferas sociais. Nessa linha de pensamento, em que a educação linguística requer ensino contextualizado da linguagem, pois o texto só faz sentido em seu contexto sócio-cultural (BAKHTIN, 2006), este trabalho apresenta-se com a finalidade de repensar ações pedagógicas em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), denominado MOODLE. A base teórica utilizada para tal é triangulada a fim de realizar descrições tanto do ambiente virtual de aprendizagem em si, quanto das atividades didáticas nele postadas. Nesse intuito, foram selecionadas as categorias e os procedimentos de análise advindos de três teorias de base: primeiramente, a Teoria da Multimodalidade, sob a perspectiva da metafunção composicional, segundo a Gramática do Design Visual (KRESS e van LEEUWEN, 2006) e a Teoria de análise de Clusters (BALDRY e THIBAULT, 2006) iluminam a análise e a descrição das práticas que envolvem representações semióticas visuais, espaciais e linguísticas do design do MOODLE na sua condição de texto; depois, a Teoria da Ressemiotização, processo em que textos passam de um contexto para outro, de uma prática para outra ou de um estágio de prática para um próximo estágio, possibilitando a construção de novos significados (IEDEMA, 2003), embasa o estudo de duas atividades de ensino de Língua Portuguesa elaboradas para esse ambiente virtual. A metodologia empregada é de natureza qualitativa interpretativista (CHIZZOTTI, 2006), em que se privilegia o processo de interpretação e reinterpretação dos dados, por meio de observação direta em pesquisa de campo (BOGDAN E BIKLEN, 1998). Nesse estudo, buscou-se o entendimento da lógica organizacional do MOODLE voltado para o ensino de Língua Portuguesa no Ensino Médio, em escola regular da educação básica pública, com vistas à identificação das regras semióticas nele empregadas. Por meio da análise dos dados, foi possível verificar que, no MOODLE, é necessário planejamento pedagógico que privilegie outros modos de linguagem além da escrita, de forma que o ensino de língua portuguesa não se restrinja a somente uma modalidade. O foco de trabalho pedagógico monomodal pode levar ao desenvolvimento de um olhar parcial sobre o uso da língua em diferentes esferas. A multimodalidade inerente à língua requer abordagem igualmente multimodal de profissionais envolvidos com a educação.
Abstract: At a time when the teaching of the mother tongue in Brazil improves considerably, there is still a need for pedagogical practices that are more suitable for the citizenly education of individuals who are capable of understanding, interpreting and producing a variety of texts in many circulating ways in different social spectra. In that vein, in which language education requires contextualized teaching of language, since the text only makes sense in its sociocultural context (BAKHTIN, 2006), this work presents itself with the purpose of rethinking pedagogical actions in Virtual Learning Environment (VLE), called MOODLE. The theoretical basis used for this is triangulated in order to make descriptions of both the virtual learning environment itself and the didactic activities posted on it. To this aim, the categories and procedures of analysis were selected from three background theories: firstly, the Multimodality Theory, under the compositional metafunction perspective, according to the Grammar of Visual Design (KRESS and van LEEUWEN, 2006) and the Clusters Analysis Theory (BALDRY and THIBAULT, 2006) enlighten the analysis and the account of the practices involving semiotic, visual, spatial and linguistic representations of the MOODLE design in its text condition; lastly, the Theory of Resemiotization, a process in which texts move from one context to another, from one practice to another or from a practice stage to a next stage, enabling the construction of new meanings (IEDEMA, 2003); it also gives support to the study of two activities of Portuguese Language teaching elaborated for this virtual environment. The methodology applied is of a qualitative interpretative nature (CHIZZOTTI, 2006), in which the process of interpretation and reinterpretation of the data is favored through direct observation in field research (BOGDAN and BIKLEN, 1998). In this study, the understanding of the MOODLE organizational logic, directed towards the teaching of Portuguese Language in High School in a regular school of public basic education, was pursued, in order to identify the semiotic rules used in it. By means of data analysis, it was possible to verify that, in MOODLE, pedagogical planning is necessary, one that benefits other modalities of language besides writing, so that the teaching of Portuguese language is not restricted to only one mode. The focus of monomodal pedagogical work may lead to the development of a partial look over the use of language in different domains. The multimodality inherent to the language requires an equally multimodal approach of professionals involved in education.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_GizeleSantosdeAraújo.pdf6,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.