Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22712
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_DanielCostaGomes.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A imposição do alinhamento : a política externa dos governos Dutra e Vargas (1946-1954)
Autor(es): Gomes, Daniel Costa
Orientador(es): Lessa, Antônio Carlos
Coorientador(es): Galvão, Thiago Gehre
Assunto: Política externa - Brasil
Relações internacionais - história
Brasil - história
Vargas, Getúlio, 1882 - 1954 - política e governo
Dutra, Eurico Gaspar, 1883-1974 - política e governo
Data de publicação: 22-Fev-2017
Referência: GOMES, Daniel Costa. A imposição do alinhamento: a política externa dos governos Dutra e Vargas (1946-1954). 2016. 147 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O presente trabalho analisa a política externa adotada pelos governos de Eurico Dutra (1946- 1950) e de Getúlio Vargas (1951-1954), valendo-se de fontes primárias e secundárias. A hipótese defendida é a de que, durante esses dois governos, a política externa brasileira foi caracterizada pela "imposição do alinhamento". Consequentemente, influenciada por forças internas e externas, a política alinhada aos Estados Unidos impôs-se como a opção efetivamente viável ao Brasil desses dois presidentes. No desenvolvimento dessa caracterização, debatem-se os conceitos tradicionais para a interpretação da política externa daqueles dois governos. As premissas desses conceitos são analisadas e interpretadas segundo estudos recentes desenvolvidos no âmbito da História Mundial, da História do Brasil, da História das Relações Internacionais, da História da Política Exterior do Brasil, da Economia Mundial e da Economia Brasileira.
Abstract: This paper analyzes the foreign policy adopted by the governments of Eurico Dutra (1946-1950) and of Getúlio Vargas (1951-1954), resorting to primary and secondary sources.The hypothesis it defends is that, during these two governments, Brazilian foreign policy was characterized by the "imposition of alignment". Consequently, influenced by internal and external forces, the policy of alignment to the United States imposed itself as the effectively viable option to the Brazil of theses two presidents. Along the development of that characterization, the traditional concepts to the interpretation of the foreign policy of those two governments are debated. The premises of these concepts are analyzed and interpreted according to recent studies developed in the field of World History, Brazilian History, International Relations History, Brazilian Foreign Policy History, World Economy, and Brazilian Economy.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Mestrado em Relações Internacionais, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IREL - Mestrado em Relações Internacionais (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.