Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/2106
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_DanielMachadoGaio.pdf507,68 kBAdobe PDFView/Open
Title: A concepção de modernização na política de cooperação técnica entre o MEC e a USAID
Authors: Gaio, Daniel Machado
Orientador(es):: Silva, Maria Abádia da
Assunto:: Acordos MEC-USAID
Modernização
Cooperação internacional - educação
Aliança para o Progresso
Políticas públicas educacionais
Issue Date: 3-Nov-2009
Citation: GAIO, Daniel Machado. A concepção de modernização na política de cooperação técnica entre o MEC e a USAID. 2008. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: O presente estudo tem como objetivo compreender os significados dos conceitos de modernização historicamente construídos e analisar criticamente a relação entre o discurso de modernização e a efetivação deste na política educacional proposta pela USAID. Buscamos discutir o conceito de modernização proposto, no contexto da cooperação técnica e financeira desenvolvida junto ao MEC entre os anos de 1963 e 1971, destinados à reformulação da estrutura do ensino básico brasileiro. Para tanto, tornou-se necessário um aprofundamento sobre o papel das associações empresariais e dos organismos internacionais no contexto e a participação destes, enquanto cooperação técnica internacional, na formulação das políticas públicas do Estado brasileiro. A análise da cooperação técnica e financeira celebrada entre a USAID e o MEC e dos estudos e documentos que a permeiam apontam para o reconhecimento de duas razões fundamentais para a sua existência: em primeiro lugar, uma razão de natureza externa, compreendendo a ação ideológica desenvolvida pelos Estados Unidos no sentido de criar as condições culturais e psicológicas para a absorção e legitimação da hegemonia estadunidense; a outra razão, de natureza interna, visava prover a necessidade de modernização da sociedade, tendo como objetivo adequá-la ao ponto de vista econômico, financeiro, social e cultural do modelo capitalista industrial associado e dependente em fase de consolidação. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The goal of this study is an attempt to understand the meanings of the modernization concepts historically constructed and to analyze critically the relationship between the modernization discourse and the effectiveness of educational policies proposed by the USAID. The concept of modernization discussed was focused on the technical and financial aspects of international cooperation between USAID and MEC to the reformulation of the brazilian basic education structure in the years of 1963 til 1971. To understand this process were necessary a deep research about the role and the participation played by the business associations and international organisms for the public policies formulations to Brazilian State. The analysis of the studies and documents of technical and financial aspects of this international cooperation between USAID and MEC shows two basic reasons for this agreement celebration: first external nature ratio, it is related with the action developed by United States to create conditions to absorption of the psychological, and cultural ideology reinforcing the american hegemony legitimacy; second a domestic nature, it is related to building a pattern of society modernization necessity to satisfy the financial, social and cultural types of an associated and dependent industrial capitalist system during the consolidation process in that period.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2008.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2106/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.