Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1944
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_DavidLeonardoBoucasSilva.pdf2,64 MBAdobe PDFView/Open
Title: Turismo em unidades de conservação : contribuições para a prática de uma atividade turística sustentável no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses
Authors: Silva, David Leonardo Bouças da
Orientador(es):: Nascimento, Elimar Pinheiro do
Assunto:: Unidade de conservação ambiental
Parques nacionais
Turismo sustentável
Ecoturismo
Issue Date: Apr-2008
Citation: SILVA, David Leonardo Bouças da. Turismo em unidades de conservação: contribuições para a prática de uma atividade turística sustentável no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. 2008. 207 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: A instituição de áreas protegidas em todo o mundo constitui, atualmente, uma ferramenta indispensável à proteção da natureza. Contudo, as unidades de conservação brasileiras enfrentam um grande desafio no manejo do uso público, porquanto é necessário conciliar objetivos historicamente divergentes: preservação da natureza em meio à permissão de atividades de visitação. Nesse contexto, instiga observar que o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o qual possui graves limitações para o manejo do uso público, defronta-se com um aumento, significativo, no fluxo de visitantes motivado por constantes incentivos de órgãos federais, estaduais e municipais para promover o conhecimento e reconhecimento dos seus atributos cênicos. No mesmo sentido, as comunidades que vivem no interior da unidade de conservação, são impedidas por lei de permanecerem residindo no parque em questão, embora turistas e empresários possam explorar as riquezas naturais da região. O presente estudo partiu da hipótese norteadora da existência de racionalidades conflitantes de um turismo em parques nacionais. Em outras palavras, a concepção de que a atividade turística tradicional se opõe aos propósitos preservacionistas e conservacionistas da biodiversidade presentes na gestão de um parque nacional. O objetivo prioritário deste trabalho foi o de compreender em que medida a organização da atividade turística no município de Barreirinhas contribui para o desenvolvimento de um turismo sustentável no destino Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Para tanto, foram definidos os seguintes objetivos específicos: descrever e analisar o sistema de gestão do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses; identificar a atuação e a relação dos principais segmentos, Trade e poder público local, com a gestão desta unidade de conservação e, por último, investigar a participação da população e sua percepção acerca do turismo neste Parque. A metodologia adotada baseou-se em um trabalho de campo e em referenciais teóricos obtidos por meio de pesquisa documental em fontes primárias e secundárias. A técnica de investigação foi baseada em uma amostragem não-probabilística e qualitativa, utilizando roteiros de entrevista do tipo semi-estruturado e aplicação de questionários contendo perguntas abertas e fechadas. A análise dos dados possibilitou a confirmação da existência de três racionalidades: opostas, chocando os propósitos de gestão ambiental dos Lençóis Maranhenses com os do poder público e Trade local; diferenciadas, lógica ambiental do órgão gestor do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e das comunidades residentes na unidade de conservação e complementares, caminhando em linha os ensejos do poder público e do Trade local. Estas conclusões se apoiaram nas diversas evidências de que o processo de desenvolvimento turístico do município de Barreirinhas, em função do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, tem ocasionado: dificuldades em gerir o avanço da atividade turística local; conflitos sobre o remanejamento das comunidades locais; embates decorrentes dos interesses opostos entre a gestão ambiental do Parque e o desenvolvimento turístico de Barreirinhas; impactos sobre os recursos naturais e sobre a comunidade local. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The creation of protected areas, in the world context, constitutes nowadays as an essential instrument for the natural resources protection. However, Brazilian protected areas face a great challenge in the public usage management, trying to conciliate historically divergent objectives: nature preservation and visitation activities. This study follows the hypothesis of conflicting rationalities presenting tourists in national parks. In other words, the opposition between the traditional tourism conception and the national parks management wills of biodiversity preservation and conservation. This context instigates an observation of Lençóis Maranhenses National Park, which has serious limitations for the public usage management, confronting itself with a significant increase in the number of visitors, motivated by constant incentives of federal, state and municipal agencies to promote the recognition of its scenic attributes. In the same direction, the communities that live inside the protected areas cannot remain inhabiting the Park, even though tourist and entrepreneurs can explore the region’s natural resources. This study seeks to understand how tourism organization in the city of Barreirinhas contributes to the sustainable tourism development in Lençóis Maranhenses National Park. Therefore, the following specific objectives were defined: describe and analyze the management system of Lençóis Maranhenses National Park; identify the influence and the relation of the main local segments, Trade and public administration, with the protected area management and, finally, investigate the population participation and its perception concerning to the tourism in this Park. The adopted methodology was based on an investigation in the city of Barreirinhas, as well as on theoretical reference through documentary research in primary and secondary resources. The investigation technique was based on a non-probabilistic and qualitative sample, using semi-structuralized interview scripts and the application of questionnaires containing open and closed questions. Data analysis proofed the existence of three rationalities: opposite, shocking the environmental management and the intentions of public administration and local Trade; different, environmental logic of Lençóis Maranhenses National Park and the needs of the resident communities, complementary, having the same desires the public administration and the local Trade. This paper’s conclusions were based on the diverse evidences of Barreirinhas’ tourism development process: manage difficulties among the local tourism development; conflicts due to local communities’ relocation; opposite interests between the Lençóis Maranhenses environmental management and the tourism development of Barreirinhas; impacts on the natural resources and the local community.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.
Appears in Collections:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1944/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.