Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/1348
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_AndreLuizFCunha.pdf894,95 kBAdobe PDFView/Open
Title: Representações cinematográficas do futuro em 1968 : os casos 2001 e Planeta dos Macacos
Authors: Cunha, Andre Luiz Fernandes
Orientador(es):: Nunes, José Walter
Assunto:: Representação cinematográfica
Ficção científica
Cinema
Issue Date: 2008
Citation: CUNHA, André Luiz Fernandes. Representações cinematográficas do futuro em 1968: os casos 2001 e Planeta dos Macacos. 2008. 111 f. Dissertação (Mestrado em História)-Universidade de Brasília, 2008.
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo analisar as representações de futuro contidas em dois filmes de ficção científica lançados no ano de 1968: 2001 – Uma Odisséia no Espaço e Planeta dos Macacos. Para isso, trabalho com alguns conceitos, tais como Horizonte de Expectativa, universo diegético, representação, entre outros. Além de analisar cada um dos filmes no contexto cultural e sócio-político, em fins da década de 60, do século XX, buscando compreender significados e sentidos nos elementos que constituem a narrativa fílmica, esta pesquisa também se deteve sobre as formas de apropriação, ou seja, as formas como foram lidas, interpretadas na imprensa tais narrativas, particularmente a crítica carioca. Se cada época representa o futuro de acordo com as suas próprias contradições, em 1968 essa projeção é, sobretudo, marcada pela ruptura: política, ideológica, existencial. Tanto em 2001 quanto em Planeta dos Macacos, o mundo está em transformação, refletindo o contexto da época. Por fim, pretende contribuir para os estudos culturais voltados para o cinema de ficção científica e dizer algo de relevante sobre as representações cinematográficas do futuro em 1968. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The following study pretends to analyze the representations of future within two science fiction movies released in the year of 1968: 2001 - A Space Odissey, and Planet of the Apes. To do so, presents some concepts, such as Expectation Horizon, diegetic universe, representation, and others. Beyond analyzing each of the films in the cultural and socio-politic context, in the late 60`s, seeking to comprehend meanings and directions within the cinematic narrative, this research also lingers on the ways of appropriation; witch means the ways that where seen, in the press, their release, particularly in Rio de Janeiro’s criticism. If each epoch represents the future in accordance with its own contradictions, in 1968 this projection is mainly marked by breakage: social, ideological, existential. In both 2001 and Planet of the Apes the world is changing, reflecting its own epoch context. Finally, I pretend to contribute to the cultural studies related to the science fiction cinema and say something weighty about the representations of future at the movies in 1968.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2008.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1348/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.