Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/9977
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_BiancaDamianiMarquesSilva.pdf371,38 kBAdobe PDFView/Open
Title: Caracterização reprodutiva de ovelhas da raça santa inês com mutação do gene GDF-9
Other Titles: Reproductive caractherization of Santa Inês ewes with mutation on gene GDF-9
Authors: Silva, Bianca Damiani Marques
Orientador(es):: Neves, Jairo Pereira
Assunto:: Animais - melhoramento genético
Ovino - reprodução
Issue Date: 16-Feb-2012
Citation: SILVA, Bianca Damiani Marques. Caracterização reprodutiva de ovelhas da raça santa inês com mutação do gene GDF-9. 2010. 60 f., il. Tese (Doutorado em Ciência Animal)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: No primeiro experimento foi encontrado um novo alelo do GDF-9, nomeado FecGE (Embrapa), que leva a uma substituição da fenilalanina por uma cisteína em uma posição conservadora do peptídeo maduro do gene. Para investigar a associação entre os genótipos FecGE e a taxa de ovulação, 39 ovelhas (15 FecG+/+, 15 FecG+/E e 9 FecGE/E) foram selecionadas dos rebanhos genotipados, e submetidas a dois protocolos de sincronização de estro (PGF2? e MAP + eCG). A taxa de ovulação foi maior (P < 0,001) no grupo homozigoto mutante (E/E) o qual mostrou um aumento de 82% na média de CL (2,22± 0,12), assim como a freqüência mais elevada (96,3%) de ovelhas com múltipla ovulação, quando comparado ao grupo +/E e +/+. O grupo heterozigoto (+/E) não apresentou nenhuma diferença (P = 0,612) na média de CL (1,34 ± 0,08), ou na freqüência (31,8%) de ovelhas com ovulações múltiplas, quando comparado as ovelhas do tipo selvagem (1,22 ± 0,11 e 14,6%, respectivamente). Foi observado efeito do genótipo no número de gêmeos por ovelha (P = 0,0136); as ovelhas E/E tiveram 44% de prenhez gemelar, +/E 14% e +/+ 0%. Em conclusão, as ovelhas homozigotas para a mutação tiveram maior taxa de ovulação e prolificidade que as heterozigotas e selvagens. No segundo trabalho foi realizado a superovulação e coleta de embriões de 18 ovelhas (6 +/+, 6 +/E e 6 E/E) para comparação da resposta ovulatória. Foram utilizados dois protocolos de superovulação: protocolo tradicional e protocolo Dia 0. A IA foi realizada com sêmen fresco de um único carneiro, de fertilidade comprovada. Cinco dias após a IA os embriões foram recuperados cirurgicamente, através de laparotomia. Dentre os parâmetros avaliados não houve diferença (P>0,05) entre o protocolo Dia 0 (CL totais 9,8 ± 5,3; estruturas totais 4,5 ± 4,6; estruturas viáveis 1,6 ± 2,0) e o protocolo tradicional (CL totais 10,0 ± 6,0; estruturas totais 3,5 ± 4,3; estruturas viáveis 1,7 ± 2,4). Para quantidade de corpos lúteos nos ovários (E/E 9,0±6,3; +/E 10,1 ±5,3; +/+ 10,5±5,3), estruturas totais coletadas (E/E 4,9±5,0; +/E 3,1±3,1; +/+ 4,1±5,2), e viáveis (E/E 1,9±2,1; +/E 2,2±2,6; +/+ 0,9±1,7), não houve diferença (P>0,05) entre os diferentes genótipos. Foi observado maior número de animais respondendo ao tratamento superovulatório quando utilizado o protocolo Dia 0 (10/18) em comparação ao protocolo tradicional (6/18). Quando se comparou a quantidade de ovelhas que responderam aos protocolos de superovulação, pelo genótipo não houve diferença significativa: E/E 6/12; +/E 5/12 e +/+ 5/12. Não foi observada alteração nos ovários, no crescimento folicular e nem na produção de embriões viáveis quando se comparou os genótipos. Os dois protocolos foram eficientes em estimular a superovulação e produção de embriões, mas não houve diferença entre os genótipos avaliados quanto a taxa de ovulação. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
In the first experiment was found a new allele of GDF-9, named FecGE (Embrapa), which leads to a substitution of a phenylalanine by a cysteine in a conservative position of the mature peptide in the gene. To investigate the association between the FecGE genotypes (E/E, +/E, and +/+) and the ovulation rate, 39 ewes (15 FecG+/+, 15 FecG+/E and 9 FecGE/E) were selected from the genotyped flocks, and submitted to two estrus synchronization protocol (PGF2α and MPA + eCG). The ovulation rate was greater (P<0.001) in the homozygote mutant (E/E) group which showed an 82% increase in CL average (2.22± 0.12), as well as the highest frequency (96.3%) of multiple-ovulating ewes, when compared to +/E and +/+ groups. The heterozygote group (+/E) presented no difference (P=0.612) in CL average (1.34±0.08), or in the frequency (31.8%) of ewes with multiple ovulations, when compared to the wild-type ewes (1.22±0.11 and 14.6%, respectively). Was observed a genotype effect on the number of twins per ewe (P=0.0136); E/E ewes showed 44% of twinpregnancy, +/E 14% e +/+ 0%. In conclusion, the homozygote ewes had higher ovulation rate and prolificacy than heterozygote and the wild-types. In second experiment the superovulation and embryo recovery was made in 18 ewes (6 +/+, 6 +/E e 6 E/E) to compare ovarian response among genotype. Two protocols of superovulation were used: traditional protocol and Day 0 protocol. Was used fresh semen for AI of one male with proved fertility. Five days after AI the embryos were recovered cirurgically, by laparotomy. There was no difference among evaluated parameters (P>0.05) between Day 0 protocol (total CL 9.8 ± 5.3; total structures 4.5 ± 4.6; viable structures 1.6 ± 2.0) and traditional protocol (total CL 10.0 ± 6.0; total structures 3.5 ± 4.3; viable structures 1.7 ± 2.4). Corpora lutea in the ovaries (E/E 9.0±6.3; +/E 10.1 ±5.3; +/+ 10.5±5.3), total structure recovered (E/E 4.9±5.0; +/E 3.1±3.1; +/+ 4.1±5.2), and viable embryos (E/E 1.9±2.1; +/E 2.2±2.6; +/+ 0.9±1.7), there was no difference (P>0.05) among groups of genotype animals. Was observed higher number of animals answering the superovulation treatment when used Day 0 protocol (10/18) in comparison with traditional protocol (6/18). The ewes that answered to superovulation protocol, by genotype, there were no significative difference E/E 6/12; +/E 5/12 e +/+ 5/12. Was not observed alteration in ovaries, in follicular growth and neither in viable embryo production when compare among genotypes. Both protocols were efficient in superovulation and embryo production, but there were no difference among evaluated genotypes in ovulation rate.
Description: Tese (doutorado)–Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2010.
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Ciência Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9977/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.