Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/990
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PopularizacaoConhecimentoCientifico.pdf39,97 kBAdobe PDFView/Open
Title: Popularização do conhecimento científico
Other Titles: Popularization of scientific knowledge
Authors: Mueller, Suzana Pinheiro Machado
Assunto:: Popularização da ciência
Comunicação científica
Issue Date: Apr-2002
Citation: MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. Popularização do conhecimento científico. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 3, n. 2, abr. 2002.
Abstract: A questão da popularização da ciência é apresentada como um tema de interesse para estudos da comunicação científica pela ciência da informação. A participação da sociedade no processo de criação e divulgação da ciência por meio de pressões sociais e econômicas vêm se tornando fator importante na formulação de políticas científicas, especialmente em países com alto grau de educação. A opinião pública sobre fatos científicos, no entanto, depende em grande medida da atuação de intermediários, que traduzam a linguagem científica, especialmente a mídia imprensa e televisiva. As questões da distorção do sentido da notícia científica inerente ao processo, mas às vezes intencional, e o tratamento de notícias sobre fatos científicos que contém risco potencial à sociedade são exemplos usados para mostrar as dificuldades do processo de popularização e argumentar que o assunto, pouco estudado pela ciência da informação, é parte integrante e cada vez mais influente no processo de comunicação científica. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Popularization of science is presented as an interesting and important research subject for information science. Increasingly, pressures from groups and individuals in society are playing an influential role in defining science issues, including the directions to be followed by science research. Public opinion about scientific matters, however, depends to a great extend on intermediaries who "translate" scientific languages, especially the press and television. Distortion of scientific facts and manipulation of news, especially those containing some element of risk are examples used in this article to show the difficulty inherent to the process of popularization of science, and argue that the matter, not frequently studied by information science researchers, is an integral and most influential part of the scientific communication process.
Appears in Collections:FCI - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/990/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.