Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/9876
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_LouiseUchoaTorres.pdf906,99 kBAdobe PDFView/Open
Title: Consumo de álcool em ratos e comportamento adjuntivo de correr na roda de atividade
Authors: Torres, Louise Uchôa
Orientador(es):: Gimenes, Lincoln da Silva
Assunto:: Comportamento adjuntivo
Comportamento - avaliação
Álcool - efeito fisiológico
Issue Date: 19-Jan-2012
Citation: TORRES, Louise Uchôa. Consumo de álcool em ratos e comportamento adjuntivo de correr na roda de atividade. 2011. 50 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Comportamento)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: O presente estudo procurou examinar os efeitos do álcool, consumido voluntariamente por ratos, sobre o padrão adjuntivo de correr na roda de atividade. Foram utilizados 11 sujeitos divididos em quatro grupos, de acordo com a concentração de álcool (0%, 5%, 10%, e15%). Na Condição I foi utilizado um esquema de intervalo variável de 60s (VI 60s) na indução do correr na roda de atividades para todos os sujeitos. Na Condição II foi uilizado um esquema de reforçamento contínuo (CRF), com objetivo de avaliar a efetividade do esquema indutor do comportamento adjuntivo utilizado na condição anterior. Na condição III (VI 60s + solução veículo com ou sem álcool), foram avaliados os possíveis efeitos do consumo de diferentes concentrações de álcool disponível pré-sessão, sobre o comportamento de correr na roda de atividades. Os resultados mostraram o desenvolvimento do correr na roda de atividades para todos os sujeitos, quando foram expostos ao esquema de VI durante a Condição I. A taxa de resposta do correr na roda de atividades foi reduzida durante a vigência do esquema CRF, demonstrando a relação indutora do esquema VI com o comporatmento de correr. Na Condição III não foi observado um efeito sistemático do álcool em relação as taxas de resposta operante e adjuntiva. Porém, um possível efeito pode ser sugerido devido a variabilidade nas taxas de resposta do comportamento adjuntivo, observadas durante essa condição. Os dados são discutidos em relação as características do procedimento utilizado, principalmente em relação á técnica para o consumo voluntário de álcool. Essas variáveis de procedimento são apontadas como responsáveis pelo mascaramento dos possíveis efeitos do álcool tanto sobre o comportamento operante quanto sobre o comportamento adjuntivo. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present study tried to evaluate the effects of alcohol, voluntarily ingested by rats, on the pattern of the adjunctive behavior of wheel running. Eleven subjects were used, which were separated in four experimental group, according to the alcohol concentration (0%, 5%, 10% e 15%). In Condition I a variable-interval 60s schedule of reinforcement (VI 60s) was used as an inducing schedule for the running behavior for all subjects. In Condition II a continuous reinforcement schedule (CRF) was used as a control procedure to evaluate the effectiveness of the wheel running inducing schedule. In Condition III (VI 60s + vehicle with or without alcohol), it was evaluated the possible effects of the different alcohol concentrations, available presession, on the adjunctive behavior of wheel running. The results showed the development of the running wheel activity for all subjects when they were exposed to the VI schedule during Condition I. The response rate in the running wheel activity was reduced during the CRF (Condition II), demonstrating the between the inducing relation of the VI schedule with the running behavior. No systematic effect of alcohol consumption was found either in relation to the operant or the adjunctive response rates. However, a possible effect of alcohol may be suggested due to the variability in the response rates of the adjunctive behavior during this condition. The data were discussed in relation to the characteristics of the procedures used, mainly in relation to the technique for the voluntary consumption of alcohol. These procedure variables are pointed as responsible for the masking of the possible effects of alcohol on the operant behavior as well as on the adjunctive behavior.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências do Comportamento, 2011.
Appears in Collections:PPB - Mestrado em Ciências do Comportamento (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9876/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.