Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/9549
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Costa_Scarlato_2009_Patrimonio.pdf876,34 kBAdobe PDFView/Open
Title: As fases de (re)produção do patrimônio cultural brasileiro : interpretação e valoração da paisagem urbana da gênese colonial à mercantilização das cidades históricas no Brasil
Authors: Costa, Everaldo Batista da
Scarlato, Francisco Capuano
Assunto:: Cidades históricas
Produção simbólica do patrimônio
Projeção inicial do patrimônio
Cenarização progressiva do patrimônio
Gênese colonial do patrimônio
Patrimônio cultural
Issue Date: Jan-2009
Citation: COSTA, Everaldo Batista da; SCARLATO, Francisco C. As fases de (re)produção do patrimônio cultural brasileiro: interpretação e valoração da paisagem urbana da gênese colonial à mercantilização das cidades históricas no Brasil. OLAM: Ciência & Tecnologia, Rio Claro, ano 9, v. 9, n. 1, p. 8-47, jan./jun. 2009. Disponível em: <http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/olam/article/view/2585/2645>. Acesso em:
Abstract: Com uma abordagem crítica, o presente artigo visa a apontar quatro distintas e consecutivas fases de interpretação e valoração da paisagem urbana histórica, no Brasil. Entendemos, pois, que essa interpretação e valoração partem do Estado, em um primeiro momento, e do Estado atrelado ao mercado, no segundo instante, quando as cidades históricas brasileiras são açambarcadas pela “indústria” do turismo denominado cultural. A abordagem, então, enaltece a importância da Geografia – por sua vertente crítica – na análise do processo de mercantilização do patrimônio cultural, pois somente a partir da dimensão espaço-tempo – que engloba, dialeticamente, a cultura, a economia, a política e a sociedade – poderemos ultrapassar o mundo sensível e desmantelar a aparente independência dos fenômenos referentes aos bens culturais e naturais do mundo. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
With a critical approach, this article points out four distinct and consecutive phases of the Brazilian historic urban landscape interpretation and valuation. We understand that, this interpretation and valuation parts, in a first place, from the State, and in a second place, the State attached to the market, when the Brazilian historical cities are grasped by the so called cultural “tourism”. The approach brings the geography importance – by its critical strand – on the merchandising process analysis of the cultural heritage, because only by the space-time dimension – that includes, dialectically, the culture, the politics, economy and society – we can overcome the sensitive world and dismantle the apparent phenomenal independence for the world’s cultural and natural goods.
Licença:: A OLAM - Ciência & Tecnologia, Rio Claro, SP, Brasil - eISSN: 1982-7784 - está licenciada sob licença Creative Commons - Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil (CC BY-NC-ND 2.5). Fonte: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/olam/index. Acesso em: 31 out. 2011.
Appears in Collections:GEA - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9549/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.