Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/8944
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_CarlosHenriqueCanesin.pdf938 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, Maria Izabel Valladão de-
dc.contributor.authorCanesin, Carlos Henrique-
dc.date.accessioned2011-07-06T14:04:34Z-
dc.date.available2011-07-06T14:04:34Z-
dc.date.issued2011-07-06-
dc.date.submitted2009-07-14-
dc.identifier.citationCANESIN, Carlos Henrique. A influência da política agrícola comum na posição da União Européia nas negociações agrícolas do sistema multilateral de comércio GATT/OMC: análise comparada das rodadas Uruguai e Doha. 2009. 117 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/8944-
dc.descriptionDissertação (Mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2009.en
dc.description.abstractO presente trabalho tem como objetivo determinar como opera a influência das diretrizes da Política Agrícola Comum (PAC) da Comunidade Econômica Européia (CEE) / União Européia (UE), com especial atenção para seus processos de reforma, sobre o processo de formação da posição negociadora da comunidade para as negociações multilaterais de comércio no âmbito do Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio (GATT) e da Organização Mundial do Comércio (OMC). Para a compreensão deste processo, estudaremos também como o sistema multilateral influencia a dinâmica da PAC, retroalimentando o processo. Os casos selecionados são os da formação e alterações da posição negociadora da CEE/UE durante as negociações da Rodada Uruguai do GATT e da Rodada Doha (das Ministeriais de Seattle até Hong Kong) da OMC. Nos ocupamos aqui apenas brevemente dos demais condicionantes para o comportamento da UE na mesa de negociações do GATT/OMC e atenção minoritária será dispensada aos demais atores participantes, não nos detendo sob problemas de formação de alianças nem nas dinâmicas alheias à CEE/UE nas negociações multilaterais. O foco desta pesquisa é explicar como a agenda de uma política intra-comunitária setorial como a PAC tem efeitos sobre a posição da UE no sistema internacional. A hipótese levantada é fruto de implicações teóricas e parcialmente derivada de uma análise contrafactual de que substanciais movimentações políticas, lato senso, da União Européia, encontram constrangimentos e restrições institucionais às suas conformações de agenda e implementação política, cujo último bastião tem sido historicamente a estrutura da Política Agrícola Comum. Esta é uma constatação concernente tanto às movimentações da União Européia com desdobramentos sobre suas próprias políticas comunitárias, quanto em seu relacionamento com terceiros. Analisou-se o processo pelo qual se transmite a restrição institucional da PAC desenvolvendo-se um modelo intergovernamentalista derivado da obra de Moravcsik (1997, 1999), um modelo híbrido que leva em conta premissas básicas do institucionalismo e aceita a existência de restrições à ação dos estados que estão fora do jogo inter-estatal. O modelo toma como dado as instituições por meio das quais os estados interagem entre si, as normas e regras deste processo, e as agrega de forma conciliada à dinâmica da barganha intergovernamental clássica observando como será produzido o equilíbrio nestas condições e se haverá alteração destas regras por força desta mesma dinâmica. Conclui-se que a PAC é uma importante restrição à formação da agenda da UE no sistema multilateral de comércio e que seus efeitos, medidos a partir da variação do poder de barganha da comunidade, variam de acordo com a concentração das preferências dos estados-membros e com o timing das suas reformas em relação às negociações no GATT/OMC.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleA influência da política agrícola comum na posição da União Européia nas negociações agrícolas do sistema multilateral de comércio GATT/OMC : análise comparada das rodadas Uruguai e Dohaen
dc.typeDissertaçãoen
dc.subject.keywordAgricultura e Estado - União Européiaen
dc.subject.keywordComércio internacionalen
Appears in Collections:IREL - Mestrado em Relações Internacionais (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8944/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.