Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/8497
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_MorganaMiridanFaria.pdf1,89 MBAdobe PDFView/Open
Title: Prevalência, perfil clínico e sócio-demográfico dos portadores de feridas, usuários do Sistema Único de Saúde, internados em um Hospital Geral no Tocantins
Authors: Faria, Morgana Miridan Paranaguá de
Orientador(es):: Tavares, Maria Clotilde Henriques
Tomaz, Carlos Alberto Bezerra
Assunto:: Pacientes - ferimentos e lesões
Hospitais públicos - Tocantins (TO)
Pacientes - levantamentos sociais
Issue Date: 20-Jun-2011
Citation: FARIA, Morgana Miridan Paranaguá de. Prevalência, perfil clínico e sócio-demográfico dos portadores de feridas, usuários do Sistema Único de Saúde, internados em um Hospital Geral no Tocantins. 2010. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: O termo ferida se refere a uma lesão tecidual que pode atingir qualquer camada da pele e estruturas adjacentes, provocando no indivíduo, portador da lesão, alterações físicas, psíquicas, sociais e econômicas. Em um ambiente hospitalar é necessário caracterizar a população portadora de lesões com objetivo de direcionar as diretrizes clínicas à realidade local. O objetivo deste estudo foi analisar a prevalência, o perfil clínico e sócio-demográfico dos portadores de feridas, usuários do Sistema Único de Saúde, internados nas unidades de internação e Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral do Estado de Tocantins por um período superior a 24 horas. A coleta de dados foi realizada durante um período de quatro meses, sendo a amostra composta por 1.311 pacientes portadores de feridas. A idade média dos pacientes foi de 48,59 ± 0,53 anos, sendo que a maioria (62,1%) era do gênero masculino, prevalecendo (55,6%) os casados ou em união estável e os provenientes do interior do estado (50,6%). Quanto à escolaridade, a maioria (21,7%) possuía o ensino fundamental I incompleto e, considerando a variável ocupação, o maior número (22,1%) de pacientes estava aposentado. Predominou (83,8%) as internações para tratamento cirúrgico e as causas externas de morbi-mortalidade foram os motivos de internação da maioria (41,1%) da amostra, sendo que grande parte (60,3%) não possuía doenças de base. A doença de base predominante (23%) foi a hipertensão arterial. Referente às feridas, a maioria (78,3%) possuía lesões agudas, sendo que as cirúrgicas (72,8%) e as úlceras por pressão (13%) foram identificadas como as predominantes. A média de feridas por paciente foi de 1,27 ± 0,02 e a média de úlceras por pressão foi de 0,26 ± 0,02. Identificamos que os pacientes internados para tratamento clínico (27,8%) apresentaram, pelo menos, uma úlcera por pressão se comparado à clientela internada para tratamento cirúrgico. Avaliando o tempo de internação, grande parte (45,9%) permaneceu internada por um período entre 1 a 5 dias; predominando (85,9%) a alta hospitalar e os destinos dos pacientes foram atingidos, em sua maioria (95,2%), com a presença de feridas. Os resultados demonstram uma clientela com características específicas, sendo que os resultados obtidos são importantes para a identificação do diagnóstico institucional, visando o desenvolvimento de diretrizes voltadas para o tratamento e prevenção das feridas identificadas, além da necessidade de um cuidado preciso, especializado e interdisciplinar. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The word wounds refers to tissue lesion that may reach any layer of the skin and adjacent structures, provoking on the injured individual physical, psychic, social and economical changes. In a hospital environment it is necessary to distinguish the population of wounded population with the objective of directing the clinical guidelines to the local reality. The aim of the present research was to analyze the prevalence, clinical and socio-demographic profile of wounded people, users of the Unified Health System users, hospitalized at Tocantins State General Hospital’s Intensive Care Unit, for more than 24 hours. The research occurred in a four month period, with 1.311 wounded people as the sample. The average age was 48,59 ± 0,53 years, the majority of this sample is composed by male (62,1%), married or engaged in a stable union (55,6%) and deriving from upstate (50,6%). About education, 21,7% of the sample had an incomplete elementary education and, considering occupation, 22,1% of the patients were retired. Hospitalizations for surgical treatment were predominant (83,8%) and the external causes of morbidity and mortality were the reasons of hospitalization for most (41,1%) of the people, although many of them (60,3% ) didn’t have chronic diseases. The most usual comorbidity (23%) was arterial hypertension. Relative to wounds, its majority (78,3%) had acute wounds, being the surgical (72,8%) and pressure ulcers (13%) identified as predominant. Wounds originated by hospital environment were predominant (89,2%). The average of wounds on patients was 1,27 ± 0,02 and average of pressure ulcers was 0,26 ± 0,02. The research identified that patients hospitalized for clinical treatment presented (27,8%) at least one pressure ulcer if compared to customers hospitalized for surgical treatment. Analyzing the period of hospitalization, 45, 9% of the patients remained hospitalized for a period of 1 to 5 days; prevailing (85,9%) of hospital discharging and fate was reached, mostly (95,2%), whereby the wounds. The results demonstrated specific characteristics of this institution service, being important for identification of institutional diagnosis, aiming to develop guidelines directed to the treatment and prevention of identified wounds, besides holistic care, multi-professional, of customers.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8497/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.