Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/8339
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_NiloCoelhodosSantosJunior.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres em tratamento de câncer de mama
Authors: Santos Júnior, Nilo Coelho
Orientador(es):: Tomaz, Carlos Alberto Bezerra
Assunto:: Mamas - câncer
Depressão mental
Ansiedade
Câncer - pacientes - qualidade de vida
Issue Date: 13-Jun-2011
Citation: SANTOS JÚNIOR, Nilo Coelho. Depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres em tratamento de câncer de mama. 2010. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: Objetivos: avaliar a prevalência de depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres encaminhadas para atendimento em ambulatório terciário de mastologia, que são acompanhadas durante o diagnóstico e tratamento de câncer de mama. Métodos: estudo observacional de corte transversal, descritivo, analítico e prospectivo, em 25 mulheres em tratamento para câncer de mama, atendidas no ambulatório de mastologia do Hospital Geral de Palmas, Tocantins, no período entre setembro a dezembro de 2009. Para esta pesquisa, foi aplicada a escala hospitalar de ansiedade e depressão (HADS), o questionário de qualidade de vida (WHOQOL-bref) e um formulário com perguntas preenchidas pelo examinador relativas às condições sócio-culturais, dando-se ênfase a antecedentes de eventos estressantes, como perda de parentes próximos, separação ou divórcio ou algum tipo de luto ou perda que pudesse influenciar no aspecto emocional das pacientes antes do diagnóstico. Resultados: Analisando os resultados apresentados, constata-se que 13 pacientes reconhecem que houve eventos estressantes antes do diagnóstico de câncer de mama. Destes eventos, encontra-se 11 pacientes que relacionavam à perda de um parente próximo. Quanto à análise da escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão, os dados apontam que 7 pacientes apresentaram ansiedade e, 4 pacientes apresentaram depressão, sendo 28% e 16% respectivamente. A qualidade de vida foi classificada como intermediária para a maioria das pacientes, destacando-se os domínios relações sociais e meio ambiente, com escores de 15,40 e 15,20, respectivamente. Conclusões: Os resultados apresentados sugerem que os eventos estressantes podem ter influência sobre o surgimento do câncer de mama, e que os fenômenos psicológicos de depressão e ansiedade necessitam de dados mais abrangentes e uma melhor avaliação quanto à utilização dos instrumentos de levantamento de dados nas pesquisas a serem realizadas futuramente. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Objectives: To evaluate the prevalence of depression, anxiety and quality of life in women referred to outpatient care at tertiary mastology, which are followed through the diagnosis and treatment of breast cancer. Methods: observational cross-sectional, descriptive, analytical, prospective study in 25 women treated for breast cancer at the mastology clinic Hospital Geral de Palmas (HGP), Tocantins, in the period from September to December 2009. For this research, the following instruments were applied: the hospital anxiety and depression scale (HADS); the questionnaire of quality of life (WHOQOL-bref) and a form filled by the examiner with questions about the socio-cultural conditions, emphasizing the history of stressful life events such as loss of close relatives, separation or divorce or some sort of grief or loss that could influence the emotional aspect of the patients before diagnosis. Results: Analyzing the results presented, it appeared that 13 patients recognized stressful life events before the diagnosis of breast cancer. These events were related to the loss of a close relative in 11 patients. The analysis of the scale, Hospital Anxiety and Depression, showed that 7 patients had anxiety, and 4 patients had depression, 28% and 16% respectively. The quality of life was classified as intermediate for most patients, highlighting the social relationships and environment, with scores of 15.40 and 15.20, respectively. Conclusions: The results suggest that stressful life events can influence the onset of breast cancer, and psychological phenomena of depression and anxiety require a better assessment in terms of instruments for data collection in studies in the future.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8339/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.