Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/7805
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_EliasCairesSouza.pdf850,13 kBAdobe PDFView/Open
Title: As emoções e o ensino da música
Authors: Souza, Elias Caires de
Orientador(es):: González Rey, Fernando Luis
Assunto:: Emoções
Música - instrução e estudo
Professores - música
Issue Date: 16-May-2011
Citation: SOUZA, Elias Caires de. As emoções e o ensino da música. 2011. ix, 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: Este trabalho tem como objetivo geral investigar como os professores de música percebem e articulam as emoções na processualidade do ensino da música. Os objetivos específicos foram: conhecer algumas representações dos professores quanto às implicações das emoções no ensino da música; identificar como os professores percebem as suas emoções e de seus alunos enquanto geradoras de visibilidade para o ensino musical; compreender como os professores lidam com as emoções de seus alunos, as suas e com os desdobramentos destas na prática pedagógica. A pesquisa encontra-se ancorada na teoria da Subjetividade de Fernando González Rey e sua metodologia fundamenta-se na Epistemologia Qualitativa do mesmo autor. Participaram desse estudo três professores de uma escola de música da rede pública. Os instrumentos utilizados foram: a conversação aberta, o diálogo coletivo, o completamento de frases e a observação de aulas. As expressões verbalizadas pelos participantes foram transcritas, analisadas e a construção da informação gerou alguns eixos temáticos como: I) Ser professor de música: seus significados, considerações sobre a profissão e possíveis sentidos subjetivos; II) Algumas conceituações pessoais dos professores sobre as emoções; III) As emoções na sala de aula da música e a prática docente. A construção da informação está dividida em dois momentos sendo o primeiro referente às construções originadas das conversações individuais com os professores e, o segundo, do diálogo coletivo denominado “mesa redonda”. Esta divisão não implica a ausência de articulação entre estes dois momentos na elaboração da construção da informação. As informações apontam que os professores consideram as emoções na sala de aula da música, contudo, estas estão mais associadas com a condição do outro no processo de comunicação em sala de aula e não ao aspecto técnico e pedagógico do ensino na música. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This general goal of this work is to investigate how music teachers perceive and articulate the emotions on the music teaching process. The specifics goals were: to know some music teachers‟ representations as to the implications of emotions in the music teaching; to identify how music teachers perceive the emotions, in class room, while generating visibility for the music teaching; to understand how the music teachers deal with their students‟ emotions and with their own, in the class room, and the unfolding of these in pedagogic practice. This research is based on Theory of Subjectivity and in principles of Qualitative Epistemology both developed by Fernando González Rey. Three music teachers from a public music school participated in this work. The tools used were: open conversation, collective dialogue, complement of phrases (sentences) and classes‟ observations. The expressions the participants talked were transcribed and analyzed, and the information constructed produced some thematic ways as: I) To be a music teacher: their meanings, considerations about this profession and the possibility of subjective senses; II) Some music teachers‟ personal conceptions about emotions; III) The emotions in the music class room and the music teaching practice. The construction of the information is separated in two parts: the first is related to the individual conversation with the music teachers and, the second refers to the collective dialogue called “round table”. This division does not signify lacking of articulation between these two parts in the construction of the information process. The informations demonstrate that music teachers consider emotions in the music class room; however, these are associated with the condition of the other – into the process of class room‟s communication – and not with the technical and pedagogical aspects of music teaching.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2011.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7805/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.