Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/7556
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_FernandaGomesFerreira.pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva Júnior, Manoel Cláudio da-
dc.contributor.authorFerreira, Fernanda Gomes-
dc.date.accessioned2011-05-02T19:30:06Z-
dc.date.available2011-05-02T19:30:06Z-
dc.date.issued2011-05-02-
dc.date.submitted2010-02-25-
dc.identifier.citationFERREIRA, Fernanda Gomes. Diversidade beta na vegetação da bacia do Rio Paracatu - MG. 2010. 99 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/7556-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de pós-graduação em Ciências Florestais, 2010.en
dc.description.abstractA grande importância ecológica do Cerrado o torna conhecido dentre os principais biomas em termos de riqueza e biodiversidade. Desta forma, para que a vegetação do Cerrado seja efetivamente protegida, são necessários estudos que reconheçam os arranjos nas comunidades e seu grau de heterogeneidade florística, que podem ser estudados por meio de parâmetros de diversidade em escalas regionais e locais. Conhecer as diversidades alfa e beta, bem como obter informações a respeito da estrutura de áreas no Cerrado, é de fundamental importância para delinear estratégias de recomposição de ambientes degradados, selecionar áreas para conservação com base em critérios ecológicos, descrever padrões fitogeográficos em escala regional, bem como os processos biológicos nesta vegetação. Este trabalho testa a hipótese de que na bacia do Rio Paracatu a sobreposição de espécies na flora é alta, por isso a diversidade beta naquela região é baixa. Para tanto, os principais objetivos deste trabalho foram: estudar a estrutura na comunidade do cerrado sentido restrito associado à Neossolo Flúvico localizado na bacia do Rio Paracatu (Capítulo: Diversidade e estrutura no cerrado sentido restrito em Neossolo Flúvico nas margens do rio Paracatu, Paracatu (MG)) e investigar a florística e a sobreposição de espécies na Bacia do Rio Paracatu (Capítulo: Diversidade alfa e beta entre quatro comunidades florestais na bacia do Rio Paracatu-MG, Brasil). Para atingir os objetivos propostos foram realizados levantamentos fitossociológicos em quatro fitofisionomias: cerrado sentido restrito, cerradão, mata seca decídua e mata ciliar, todos localizados na bacia do Rio Paracatu - MG. Cada fitofisionomia foi amostrada conforme metodologia descrita no Manual para o Monitoramento de Parcelas Permanentes nos Biomas Cerrado e Pantanal. _______________________________________________________________________________ ABSTRACTen
dc.description.abstractThe great ecological importance of the Cerrado makes it known among the major biomes in terms of wealth and biodiversity. Thus, in order to effectively protect the vegetation of the Cerrado, studies are needed to recognize the arrangements in the communities and their degree of floristic heterogeneity, which can be studied through the parameters of diversity in regional and local scales. Knowing the alpha and beta diversities, as well as information about the structure of areas in the Cerrado, is of fundamental importance to design strategies for restoration of degraded environments, selecting areas for conservation based on ecological criteria, describing phytogeographical patterns at the regional scale, and biological processes in vegetation. This paper works on the assumption that in the Paracatu river basin, the overlap of species in the flora is high, so the beta diversity in the region is low. Therefore, the main objectives of this study were to study the structure in the community of cerrado stricto sensu associated to fluvic neossol located in the Paracatu river basin (Chapter: Diversity and structure in cerrado stricto sensu over fluvic neossol at Paracatu (MG)) and investigate the flora and the overlap of species in the Paracatu river basin (Chapter: Alpha and beta diversity among four tree communities of the Paracatu river basin, MG, Brazil). To achieve the proposed objectives were realized phytosociological surveys in four vegetation types: cerrado stricto sensu, cerradão (savanna woodland), dry forest and riparian forest, all located in the Paracatu river basin - MG. The vegetation were sampled according to the methodology described in the Monitoring permanent plots manual for Cerrado and Pantanal biomes.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleDiversidade beta na vegetação da bacia do Rio Paracatu - MGen
dc.typeDissertaçãoen
dc.subject.keywordRios - Paracatu (Minas Gerais, Brasil)en
dc.subject.keywordEngenharia florestalen
dc.subject.keywordDiversidade biológicaen
dc.subject.keywordCerrados - Brasilen
Appears in Collections:EFL - Mestrado em Ciências Florestais (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7556/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.