Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/7413
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_RafaelAraujoDeLara.pdf4,53 MBAdobe PDFView/Open
Title: Efeitos da dieta no desenvolvimento e na reprodução de Loxosceles similis (Moenkhaus, 1898) (Araneae, Sicariidae)
Authors: Lara, Rafael Araújo de
Orientador(es):: Motta, Paulo César
Assunto:: Aranha
Animais - comportamento
Reprodução animal
Issue Date: 16-Apr-2011
Citation: LARA, Rafael Araújo de. Efeitos da dieta no desenvolvimento e na reprodução de Loxosceles similis (Moenkhaus, 1898) (Araneae, Sicariidae). 2008. 88 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: O gênero Loxosceles encontra-se distribuído por todo o Brasil e é responsável pela maioria dos acidentes envolvendo aranhas, principalmente na região Sul do país. Foram estudados os efeitos da dieta no desenvolvimento pós-embrionário e na reprodução de L. similis, assim como a fecundidade e sua relação com o ritual de corte e cópula. Além disso, foi descrita a dieta em ambiente natural. Foram utilizados 270 indivíduos nascidos em laboratório, os quais foram separados aleatoriamente em grupos de 45 indivíduos. Cada grupo recebeu uma dieta específica, com a combinação das variáveis alimentares (abundante ou escassa, variada ou monoespecífica e saprofágica). Para avaliar os efeitos da dieta no crescimento foram utilizadas como variáveis morfométricas o comprimento e a largura do cefalotórax e o comprimento da tíbia da perna I. Os resultados demonstram que os indivíduos atingiram a maturidade sexual entre o 4° e o 7° instar. O tipo de presa utilizada exerce pouca influência no número e na duração dos ínstares. O sexo é o fator que mais influencia no tempo de desenvolvimento e no tamanho final dos indivíduos, sendo que os machos demoram mais tempo para atingir a idade adulta. A freqüência de alimentação influencia significativamente o tempo total de desenvolvimento, pois os indivíduos que receberam dieta abundante se desenvolveram mais rápido Tendo em vista que não houve diferença significativa no tempo de desenvolvimento e no número e duração dos instares entre os indivíduos alimentados com dieta viva e saprofágica, demonstrou-se que uma dieta exclusivamente saprofágica é viável. Quanto à reprodução, foram descritas as fases de corte, cópula e pós-cópula e sua relação com a fecundidade. O comportamento de corte e cópula foi semelhante ao registrado em outras espécies do gênero, especialmente L. gaucho. A dieta exerceu influência significativa somente no período entre a cópula e a oviposição (latência), os indivíduos que receberam dieta abundante (saprofágica ou não) apresentaram um menor período de latência. Somente o tempo de cópula influenciou significativamente o número de ovos férteis, pois os indivíduos que permaneceram mais tempo copulando obtiveram maiores índices de fertilidade. Foi registrada uma média de 35,3 ovos por ooteca. A análise da dieta em campo permitiu classificar L. similis como generalista, tendo em vista que foram coletados em suas teias restos de diversos tipos de insetos, miriápodes e aracnídeos. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Loxosceles is distributed throughout Brazil and is responsible for most accidents involving spiders, mainly in the south. We studied the effects of diet on post-embryonic development and reproduction of L. similis, as well as fecundity and its relation to the ritual of courtship. Furthermore, the diet was described in a natural environment. We used 270 individuals born in the laboratory, were randomly divided into groups of 45 individuals. Each group received a specific diet with the combination of dietary variables (abundant or scarce, varied or monospecific and saprophagic). To evaluate the effects of diet on growth were used as morphometric length and carapace width and length of the tibia of leg I. The results show that individuals have reached sexual maturity between 4 and 7th instar. The type of prey used had little influence on the number and duration of instars. Sex is the most important factor that influences the development time and the final size of individuals, and the males take longer to reach adulthood. The feeding frequency significantly influences the total development time, because individuals who received a diet rich developed faster Given that no significant difference in development time and number and duration of instars between individuals live and fed a diet saprophages, it was shown that a diet exclusively saprophages is feasible. As for playing, we described the stages of cutting, copulation and post-copulation and its relationship to fertility. The courtship behavior and mating was similar to that reported in other species of the genus, especially L. gaucho. Diet significantly influenced only in the period between mating and oviposition (latency), individuals who received a diet rich (saprophages or not) had a shorter latency period. Only time of mating significantly affected the number of fertile eggs, because individuals who spent more time copulating had higher fertility rates. We registered an average of 35.3 eggs per ootheca. The diet analysis in the field allowed us to classify L. similis as a generalist, with a view that has been collected in their webs remains of several kinds of insects, myriapods and arachnids.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.
Appears in Collections:IB - Mestrado em Biologia Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7413/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.