Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/7012
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_RosaniaRodriguesdeSousa.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open
Title: Análise do perfil cultural das organizações policiais e a integração da gestão em segurança pública em Belo Horizonte
Authors: Sousa, Rosânia Rodrigues de
Orientador(es):: Paz, Maria das Graças Torres da
Assunto:: Psicologia organizacional
Polícia - atitudes
Cultura organizacional
Issue Date: 4-Mar-2011
Citation: SOUSA, Rosânia Rodrigues de. Análise do perfil cultural das organizações policiais e a integração da gestão em segurança pública em Belo Horizonte. 2009. 200 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: O estudo das características da cultura das organizações policiais auxilia um maior conhecimento do funcionamento desse tipo de organização. Assim, o objetivo desta tese é analisar o perfil cultural das organizações policiais em Minas Gerais, quais sejam a Polícia Militar e a Polícia Civil, caracterizando-as a partir do estudo de seus valores organizacionais, de suas configurações de poder, além de seus ritos e mitos. Para caracterizá-las foram aplicadas escalas validadas a 528 policiais militares e a 190 policiais civis da 1ª Região Integrada de Segurança Pública em Belo Horizonte. Foram realizadas também entrevistas semi-estruturadas com 19 policiais civis e militares. Os resultados revelaram que o valor organizacional preponderante nas duas organizações é o Valor Conformidade. Por sua vez, a configuração de poder que mais caracteriza a Polícia Civil, bem como a Militar é a configuração Autocracia. O valor preocupação com a coletividade é o que tem maior poder preditivo das configurações de poder, na Polícia Civil e na Policia Militar. Os resultados foram discutidos e comparados entre as duas organizações policiais mineiras. A análise da dimensão simbólica das organizações permitiu aprofundar mais o conhecimento dessas organizações. Sugestões para novas pesquisas foram propostas. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The study of the characteristics of the culture of police organizations helps a better understanding of how this kind of organizations work. Therefore, the main aim of this article is to analyse the cultural profile of the police organizations in the State of Minas Gerais, Brazil, which are the Military Police and Civil Police, and to characterize them by using their organizational values and their power configurations, myths and rites were analyzed too. In order to characterize them, validated scales were used with 528 military police officers and 190 civil police agents of the 1st Integrated Public Security Region in Belo Horizonte, Minas Gerais. Semi-structured interview were done with 19 police officers. The results revealed that the ruling organizational value in both organizations is the conformity value. Besides, the power configuration that better characterizes the Military and Civil Polices is the configuration Autocracy. The value concern about the society is the one which better explain power configurations, in Military and Civil Polices. The results of both organizations were discussed and compared. The symbolic dimension analyses allow deepening the organizations’ knowledge about their culture. Suggestions for further research were made.
Description: Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2009.
Appears in Collections:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7012/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.