Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/6598
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_DanieldeSouzaNevesHora.pdf5,85 MBAdobe PDFView/Open
Title: Arte hackeamento : diferença, dissenso e reprogramabilidade tecnológica
Authors: Hora, Daniel de Souza Neves
Orientador(es):: Burgos, Maria de Fátima Borges
Assunto:: Arte e tecnologia
Forma (Estética)
Arte contemporânea
Issue Date: 25-Jan-2011
Citation: HORA, Daniel de Souza Neves. Arte hackeamento: diferença, dissenso e reprogramabilidade tecnológica. 2010. 150 f. Dissertação (Mestrado em Artes)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: Esta dissertação propõe um conjunto de elementos teóricos para a análise crítica das confluências entre a arte contemporânea, a política, e o desenvolvimento e apropriação colaborativa das tecnologias. O estudo do tema parte da revisão de algumas das abordagens antecedentes efetuadas, sobretudo, no campo da produção artística, da estética e da comunicação. Além disso, a pesquisa inclui a realização de dois estudos de caso localizados no contexto brasileiro: a Rede MetaReciclagem e o artista Milton Marques. Os resultados apresentados se desdobram em torno da ideia de hackeamento, adotada como definição de toda prática de produção da diferença e da dissidência na tecnologia e pela tecnologia. Seguindo essa perspectiva, os valores estéticos e éticos são conjugados na argumentação sobre o estabelecimento da condição de reprogramabilidade tecnológica da arte, decorrente de suas propostas conceituais, da hibridação das mídias e das facilidades de recombinação e transcodificação amparadas pela linguagem digital. Essa hipertextualidade é tomada como processo contínuo de subjetivação heterogenética, influenciado pelas possibilidades de participação, divergência e convergência na (re)elaboração tanto dos conteúdos artísticos, quanto das regras de operatividade de seus meios de registro, acesso e processamento. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This monograph considers a set of theoretical elements dedicated to the critical analysis of the confluences between contemporary art, politics and the collaborative development and appropriation of technologies. The subject treatment derives from the revision of some of its previous approaches achieved, mainly in the field of artistic production, aesthetics and communication studies. Moreover, the research includes two case studies that have been identified in Brazil: the MetaReciclagem net and the artist Milton Marques. Results presented unfold around hacking concept, adopted as a definition of any act of difference and dissidence production in technology and through technology. Following this perspective, aesthetic and ethical values are conjugated in the argumentation on the institution of art technological reprogrammability condition, brought about by its conceptual proposals, media hybridism and the usability of tools for recombination and transcoding supported by digital language. This hypertextuality is taken as a continuous process of heterogenetic subjectivation, arranged according to the conditions of participation, divergence and convergence in artistic contents (re)elaboration, as well as in operativity rules transformation of its register, access and processing procedures.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Arte, Departamento de Artes Visuais, 2010.
Appears in Collections:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/6598/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.