Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/4937
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_Acesso aberto à informação.pdf153,3 kBAdobe PDFView/Open
Title: Acesso aberto à informação científica e o problema da preservação digital
Authors: Márdero Arellano, Miguel Ángel
Leite, Fernando César Lima
Assunto:: Preservação digital
Repositório institucional
Acesso aberto à informação
Issue Date: 2009
Citation: MÁRDERO ARELLANO, Miguel Ángel; LEITE, Fernando César Lima. Acesso aberto à informação científica e o problema da preservação digital. Biblios, Brasília, n. 35, mar-jun 2009. Disponível em: <http://www.revistabiblios.com/ojs/index.php/biblios/article/viewFile/200/89>. Acesso em: 01 jun. 2010.
Abstract: Trata da preservação digital e o movimento do acesso aberto à informação científica, especificamente sobre a mudança de paradigma que esse movimento está provocando na provisão do acesso e arquivamento nas instituições dos autores. Argumenta que preservação de longo prazo, assim como o autoarquivamento em repositórios digitais (institucionais ou temáticos), é apenas um dos vários requisitos para o acesso aberto. Na visão do acesso aberto esses requisitos não estão inerentemente unidos, pois, ao colocá-los juntos corre-se o risco de sobrecarregar o conceito principal (acesso aberto e sem restrições) e retardar sua implementação com condições mediante as quais os objetivos do movimento serão alcançados. A solução sugerida é que sejam construídos repositórios digitais fora do controle dos editores, e provedores de bases de dados comerciais dedicados à preservação de periódicos científicos e outros tipos de publicações científicas. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work is about digital preservation and the open access to scientific information movement. Specifically about the paradigm change motivated on the provision of access and archiving in the authors’ original institution. Shows that the long term preservation as well as the self-archiving in institutional and subject repositories are just two of the several requirements for the open access. From the open access view those requirements don’t need to come together, because there is the risk to push forward the main concept (open access without restrictions) and to delayed its implementation, putting conditions to the success of the main objectives of the open access. The solution suggested is the building of digital repositories outside of the control of the editors and the commercial data base providers dedicated to the preservation of all kinds of scientific publications.
Appears in Collections:FCI - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4937/statistics">



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons