Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/4816
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_LeticiaSimoesdeCastro.pdf2,46 MBAdobe PDFView/Open
Title: Influências do enriquecimento ambiental no comportamento e nível de cortisol em felídeos silvestres
Authors: Castro, Letícia Simões de
Orientador(es):: Pendu, Yvonnick Le
Assunto:: Felídeo
Stress (Fisiologia)
Animais - comportamento
Issue Date: 25-May-2010
Citation: CASTRO, Letícia Simões de. Influências do enriquecimento ambiental no comportamento e nível de cortisol em felídeos silvestres. 2009. 97 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar as diferentes condições de cativeiro e seus efeitos no comportamento e fisiologia relacionados ao estresse em três espécies de felídeos pequenos: jaguatirica (Leopardus pardalis; n = 6), gato maracajá (Leopardus wiedii; n = 1) e gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus; n = 5). Os indivíduos estavam alojados em recintos individuais, e foram testados em três fases: Fase I – recinto vazio por 14 dias; Fase II – recinto enriquecido por 21 dias (diferentes tipos de enriquecimento foram utilizados ao mesmo tempo em cada recinto); Fase III – recinto vazio por nove dias. Amostras fecais foram coletadas semanalmente durante o estudo (de uma à três amostras) para análises de metabólitos de corticóides. Observações comportamentais foram realizadas durante aproximadamente 44h por cada indivíduo. A duração dos comportamentos relacionados a categoria de estresse foi significantemente menor (p ˂ 0,05) na fase II quando comparado com a fase I, principalmente os comportamentos pacing e coçar-se. Não houve diferença significativa dos níveis de corticóides entre as fases, mas diferenças inter-individuais foram detectadas. Ademais, os indivíduos interagiram mais com os enriquecimentos de vegetação e alimentar. Foram encontradas correlações significativas tanto positivas quanto negativas (p ˂ 0,05) entre os níveis de corticóides e alguns comportamentos relacionados a estresse. Os resultados indicam que os enriquecimentos em recintos de felídeos durante um curto período alteram o comportamento dos indivíduos, propiciando um aumento geral do bem-estar. Porém, uma mudança fisiológica necessitaria provavelmente uma exposição a enriquecimentos durante um período mais longo. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The main goal of this study was to evaluate the different captive conditions and their effect on the behaviour and physiology related to stress in three wild cats species, ocelot (Leopardus pardalis; n = 6), margay (Leopardus wiedii; n = 1) and tigrina (Leopardus tigrinus; n = 5). The individuals were housed as singleton, and they were tested in three phases: phase I – empty enclosure for 14 days; phase II – enriched enclosure for 21 days (different kinds of enrichment were used in the same time in every enclosure); phase III – empty enclosure for nine days. Faecal samples were collected weekly throughout the study (one or two samples) to analyse corticoid metabolites. About forty four hours of Behaviour observations were conducted on each individual. The duration of some behaviours related to stress, mainly pacing and self-directed scratching, was significantly shorter during the enrichment phase when compared to phase I (p<0.05). The levels of corticoid metabolites did not vary significative among phases, but inter-individual differences were detected. The individuals interacted more with vegetation and feeding enrichments than with others. The corticoid metabolites level was correlated with some stress behaviours. Overall results show that a short period of enrichment can alter the behaviour of enclosed wild cats, indicating enhanced welfare. However, a long-term physiological change would probably need a longer exposure to an enriched environment.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009.
Licença:: Acesso Aberto
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Saúde Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4816/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.