Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/4597
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_DyegoCarvalhoCosta.pdf2,59 MBAdobe PDFView/Open
Title: Dilema do prisioneiro : efeito das conseqüências individuais e culturais
Authors: Costa, Dyego de Carvalho
Orientador(es):: Vasconcelos, Laércia Abreu
Assunto:: Comportamento - avaliação
Behaviorismo (Psicologia)
Issue Date: 13-May-2010
Citation: COSTA, Dyego de Carvalho. Dilema do prisioneiro: efeito das conseqüências individuais e culturais. 2009. 64 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências do Comportamento)—Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Abstract: O Jogo do Dilema do Prisioneiro (PDG) é um instrumento de quantificação de interações sociais e os produtos das mesmas, a partir de preceitos matemáticos. No PDG dois ou mais participantes jogam e a tarefa consiste em escolher entre dois cartões, um correspondendo ao cooperar e o outro ao competir. A combinação de respostas de todos os membros envolvidos no jogo produz conseqüências na forma de pontos específicos para cada interação. Esse jogo é um dilema do tipo social, devido à possibilidade das escolhas serem analisadas tanto sob controle dos interesses individuais (competir) como dos interesses do grupo (cooperação). Na Análise do Comportamento, o comportamento social inclui respostas de um organismo como estimulação antecedente ou conseqüente para a resposta de outro. O comportamento social pode ser entendido de forma mais ampla como um componente de uma contingência cultural – de uma metacontingência – que conjuntamente com o produto cultural, resultante de contingências comportamentais entrelaçadas (CCE), são selecionados por conseqüências culturais que agem sobre o grupo como um todo e não apenas sobre o nível individual. O objetivo geral deste estudo foi analisar se o PDG poderia ser utilizado como instrumento de pesquisa na área de metacontingências. O estudo de Ortu, Woelz e Glenn (2008) foi replicado, no qual foram definidos todos os componentes da metacontingência em um PDG. As seguintes manipulações foram implementadas: (1) a presença/ausência do componente verbal para verificar se o comportamento verbal exerceria algum controle necessário para a seleção de uma prática cultural; (2) a conseqüência cultural, um banco em VR 2, que pagava para o grupo por cooperar coordenadamente (Condição B) e por competir (Condição C), punindo as escolhas contrárias com pontos negativos para o grupo. Foram coletadas as escolhas individuais e a combinação das mesmas, formando medidas como a coordenação (todos escolhem a mesma cor); acordo (três ou mais escolhem a mesma cor); aprisionamento (coordenação competitiva consecutiva -1), além das interações verbais, conversações, nos Grupos verbais. Todos os grupos apresentaram alto índice de acordo com a contingência cultural, mas apenas quando havia componente verbal houve coordenação por cooperação, demonstrando que havia a seleção do entrelaçamento de respostas de três dos participantes, e ainda, que o componente verbal facilitava e acelerava a seleção. Até mesmo o aprisionamento, medida facilmente encontrada na literatura como um padrão de entrelaçamento, foi debelada com a contingência cultural, na Condição B, quando havia punição como conseqüência cultural para entrelaçamentos que envolviam respostas competitivas em sua maioria e conseqüência cultural positiva para entrelaçamentos cooperativos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Prisoner's Dilemma’s Game (PDG) is a tool for quantification of social interactions and products of them, from mathematical precepts. In PDG play two or more participants and the task is to choose between two cards, one corresponding to cooperate and the other to compete. The combination of responses from all members involved in the game produces consequences in the form of points for each interaction. This game is a kind of social dilemma, because of the possibility of choices are analyzed both under control of individual interests (compete) as the interests of the group (cooperation). In the Behavior’s Analysis, social behavior includes the behavior of an organism as stimulation history or consequential for the response of another. The social behavior can be understood more widely as a cultural component of a contingency - a metacontingency - which together with the cultural product, the result of interlocking behavioral contingencies (IBC), are selected by cultural consequences that act on the group as a whole and not only on the individual level. The aim of this study was whether the PDG could be used as a tool for research in the area of metacontingencies. The study by Ortu, Woelz and Glenn (2008) was replicated, which set all the components in a metacontingency on PDG. The following manipulations were implemented: (1) the presence / absence of verbal component to see if the verbal behavior exert some control to the selection of a cultural practice, (2) the cultural consequence, a bank in VR 2, which paid for the group to cooperate coordinately (Condition B) and compete (Condition C), punishing the choices to counter negative points with the group. Individual choices were collected and the combination thereof, forming measures such as coordination (choose all the same color); Agreement (three or more choose the same color); trapping (coordination competitive consecutive -1), in addition to verbal interactions, discussions, groups in verbal. All groups showed high agreement with the cultural contingency, but only there was coordination for cooperation when there was verbal component, showing that there was a selection of the interlocking of choices of three of the participants, and also that the verbal component facilitate and accelerate the selection. Even the trapping, measure easily found in the literature as a pattern of interlacing, was tackled with the cultural contingency in Condition B, when there was as a punishment for the foreign cultural group to interlocking involving answers to the most competitive and strengthening culturally to interlocking cooperative.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2009.
Appears in Collections:PPB - Mestrado em Ciências do Comportamento (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4597/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.