Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/43611
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2022_LiaNahomiKajiki.pdf4,58 MBAdobe PDFView/Open
Title: Biologia reprodutiva, sistema de acasalamento e seleção sexual em Antilophia galeata (Aves: Pipridae)
Authors: Kajiki, Lia Nahomi
Orientador(es):: Macedo, Regina Helena Ferraz
Assunto:: Poligamia
Poligínico
Piprídeo
Cerrados - fauna
Seleção sexual
Issue Date: 3-May-2022
Citation: KAJIKI, Lia Nahomi. Biologia reprodutiva, sistema de acasalamento e seleção sexual em Antilophia galeata (Aves: Pipridae). 2022. xii, 246 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.
Abstract: Uma das vias de diversificação das espécies ocorre via seleção natural; porém, a diversificação de fenótipos pode também ser movida pela variância no sucesso reprodutivo de indivíduos. Nesse caso, pequenas diferenças comportamentais e morfológicas podem fornecer grande vantagem reprodutiva e serem transmitidas às futuras gerações, permitindo condições para a seleção sexual ocorrer. Em uma família de aves neotropicais, a diversificação de caracteres ornamentais aparentemente atingiu condições extremas. Quase todos os membros da Família Pipridae são caracterizados pelo dimorfismo sexual acentuado, onde machos possuem ornamentos extravagantes e elaborados displays de corte. Os machos foram liberados do cuidado parental, assim a maioria dos piprídeos possui um sistema de acasalamento poligínico em lek. O gênero Antilophia se destaca por ter sido considerado monogâmico, porém estudos recentes indicam que tal proposta pode estar equivocada. Assim, este estudo pretende investigar e confirmar o sistema de acasalamento social e genético do Soldadinho (Antilophia galeata) (Aves: Pipridae) por meio da investigação de sua biologia reprodutiva, comportamento territorial e relações de parentesco. Para isso, coletamos dados referentes aos parâmetros reprodutivos e de sobrevivência dos ninhos em uma população de A. galeata e investigamos se o cuidado é biparental. A ausência de cuidado parental por machos é comum entre piprídeos que fazem lek, assim esperávamos encontrar padrão semelhante em A. galeata (Capítulo 1). Investigamos o comportamento territorial de machos por meio de uma abordagem experimental para averiguar se eles defendem territórios individuais e fornecemos a descrição do display de corte. Esperávamos observar machos defendendo territórios individuais com locais de nidificação, de maneira similar ao seu congênere, A. bokermanni (Capítulo 2). Em relação ao sistema de acasalamento, a expectativa era encontrar um padrão de intensa poliginia e poliandria, como encontrado em seu congênere. Através da análise de parentesco confirmamos o sistema de acasalamento genético da espécie (Capítulo 3) e investigamos se características sexuais secundárias dos machos estão sendo selecionadas pela escolha das fêmeas (Capítulo 4). Neste capítulo, a principal previsão era que ornamentos e canto informariam a condição de machos para fêmeas, e machos que apresentassem esses caracteres sexuais secundários de maneira mais extravagante conseguiriam maior paternidade de ninhadas. Nossos resultados confirmam que não há cuidado biparental na espécie e a fêmea é responsável por todas as etapas do cuidado parental, desde construção do ninho até sua defesa contra predadores. A taxa de predação de ninhos foi estimada em 59%, e foi causada por aves, pequenos mamíferos e primatas. Além disso, a sobrevivência dos ninhos foi maior com a proximidade a corpos d’água e altura do solo. Também demonstramos por meio de experimentos de territorialidade pioneiros com piprídeos que machos de A. galeata defendem territórios individuais que contém ninhos, e o display se resume a algumas simples posturas e vocalizações de advertência ao redor do território. Com a análise de parentesco, confirmamos que o sucesso reprodutivo entre machos é desigual e encontramos evidências de poliginia. Além disso, 53% das ninhadas apresentaram paternidade múltipla, indicando que fêmeas são poliândricas. Os dados coletados aqui sugerem que A. galeata possui um sistema de acasalamento poligínico com evidente poliandria. Os dados não convergem para uma classificação clara do sistema de acasalamento como um lek típico, mas sugerimos que A. galeata talvez adote displays em leks solitários e conserve certos comportamentos atípicos para espécies que fazem lek. Por fim, a plumagem da crista e do manto e a duração do canto são indicadores de saúde e condição corporal de machos. Machos com penas vermelhas no manto mais puras, pernas vermelhas da crista menos puras e cantos mais curtos estavam mais saudáveis (menos estresse). O brilho das penas do manto apresentou correlação positiva com as reservas energéticas. Contudo, contrário às nossas predições, fêmeas preferem machos com plumagem do manto mais fosca, menos contraste acromático e que emitem cantos mais curtos. Por ser a única espécie de piprídeo restrita ao Cerrado, A. galeata apresenta comportamentos únicos possivelmente resultantes de um cenário evolutivo particular. Talvez a redução do habitat e falta de área suficiente para displays comunais podem ter afetado o comportamento de machos, que se tornaram mais agressivos e defendem arenas individuais.
Abstract: Species divergence frequently occurs through natural selection; however, variance in reproductive success among individuals may also drive the diversification of phenotypes. In this case, minor behavioral and morphological differences can promote reproductive advantages and may be passed on to future generations, allowing sexual selection to occur. In a family of neotropical birds, the diversification of ornamental characters has reached extreme conditions. Almost all members of the Pipridae family are characterized by marked sexual dimorphism, where males have extravagant ornaments and elaborate courtship displays. Males were released from parental care, so most piprids have a polygynous lek-mating system. The genus Antilophia stands out for being considered socially monogamous, but recent studies indicate that this proposition may be wrong. Thus, in this study, we intended to investigate and confirm the social and genetic mating system of the Helmeted Manakin (Antilophia galeata) (Aves: Pipridae) by assessing its reproductive biology, territorial behavior, and parentage relations. To this end, we collected data relative to reproductive parameters and nest survival in a population of A. galeata and explored whether there is biparental care. The absence of male parental care is widespread among lekking manakins; thus, we expected to find the same pattern in A. galeata (Chapter 1). We investigated the territorial behavior of males using an experimental approach to verify whether males defend individual territories and describe their display. We expected to find males defending individual territories with nesting sites, similar to its congener, A. bokermanni (Chapter 2). We confirmed the genetic mating system of the species through parentage analysis, and we expected to find a similar pattern as its congener of intense polygyny and widespread polyandry (Chapter 3). Finally, we investigated whether secondary sexual characteristics of males are being selected by female choice (Chapter 4). Our main prediction was that ornaments and vocal performance would inform the condition of males to females, and males exhibiting these sexual secondary traits more intensely would gain more paternity. The study showed that there is no biparental care in the species, and the female is responsible for all stages of parental care, from nest building to defense of the nest. The nest predation rate was estimated at 59%, caused by birds, small mammals, and primates. Furthermore, nest survival was higher with the proximity to bodies of water and relative to the height above the ground. Through territoriality experiments employed for the first time with a manakin, we demonstrated that A. galeata males defend individual territories containing nests. The display boils down to a few simple postures and warning vocalizations around the territory. Through parentage analysis, we found a reproductive skew among males and evidence of polygyny. Furthermore, 53% of the clutches had multiple paternity, suggesting that females are polyandrous. The data collected indicate that A. galeata has a polygynous mating system with widespread polyandry. Our data do not converge to a straightforward classification of the mating system as a typical lek. However, we suggest that A. galeata may display in solitary leks and retain certain behaviors atypical for lekking species. Finally, crest and mantle plumage and song duration are indicators of male health and body condition. Males with a purer hue of red in the mantle, less pure hue of red in the crest plumages, and performing shorter songs were healthier (less stressed). Mantle feather brightness was positively correlated with energetic reserves. However, contrary to our predictions, females prefer males with duller mantle plumage, less achromatic contrast, and shorter songs. As the only dimorphic manakin restricted to the Cerrado biome, A. galeata presents a set of unique behaviors that potentially are a result of a particular evolutionary scenario. Reduced habitat and possibly lack of sufficient area for communal displays may have affected males’ behavior, resulting in aggressive males defending individual arenas.
Description: Tese (doutorado) — Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2022.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/43611/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.