Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41781
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_SaraLelisdeOliveira.pdf24,19 MBAdobe PDFView/Open
Title: Tradução dos Cantares mexicanos: arqueologia de cinco cantos Nahua
Authors: Oliveira, Sara Lelis de
Orientador(es):: Rossi, Ana Helena
Assunto:: Cantares mexicanos
Náhuatl clássico
Português brasileiro
Arqueologia
Tradução
Issue Date: 17-Aug-2021
Citation: OLIVEIRA, Sara Lelis de. Tradução dos Cantares mexicanos: arqueologia de cinco cantos Nahua. 2021. 341. f., il. Tese (Doutorado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2021.
Abstract: Esta tese consiste em dois discursos dos Cantares mexicanos, primeiro manuscrito do volume MS 1628 bis conservado na Biblioteca Nacional do México, confeccionado após a conquista de México-Tenochtitlan em 1521 para catequização de povos Nahua do e no Altiplano Central do México. O primeiro discurso versa sobre o manuscrito, especificamente o conjunto de 24 cantos das folhas 16 verso a 26 verso, com base na tradução inédita de cinco cantos [fls. 16v a 18v] do náhuatl clássico para o português do Brasil. Segundo constatei mediante um processo de tradução sistematizado, contínuo e reflexivo do referido corpus, possivelmente são cantos de origem pré-hispânica entoados na língua dos Nahua em honra a governantes da Tríplice Aliança e a deuses e deusas cultuados pela elite Nahua, os quais foram compilados e reescritos no chamado náhuatl clássico, provavelmente sob a supervisão do missionário franciscano Bernardino de Sahagún, no âmbito do projeto colonial de destruição do sistema religioso Nahua para imposição da religião católica. O resultado da reescrita foram cantos transculturados, nesta tese adjetivados sob o vocábulo nepantla. Em náhuatl, refere-se a um advérbio que significa ‘no meio, em meio, pelo meio’, utilizado metaforicamente por um nativo anônimo para expressar sua experiência de transição ao catolicismo que o situava entre o panteão Nahua e o Deus cristão. O advérbio deu origem a duas categorias —uma antropológica e outra linguística— denominadas nepantlismo para caracterizar a transculturação como um dos efeitos da catequização. O referido corpus dos Cantares denota o nepantlismo linguístico por constituir-se de fragmentos dos cantos tradicionais interpolados por figuras católicas em espanhol, bem como por neologismos em náhuatl clássico para o Deus cristão, característica textual através da qual entrevi a possibilidade de sugerir hipóteses para possíveis forma e letras pré-hispânicas dos cantos por meio da tradução. Esse conhecimento sobre o corpus dá origem ao segundo discurso, sobre a tradução dos cantos, o qual intitulei ‘arqueologia de cinco cantos Nahua’. O aproveitamento dos cantos tradicionais para catequização norteia, hoje, para o texto traduzido, tanto a recontextualização de possíveis elementos do ritual Nahua empobrecidos com a escrita alfabética, quanto a reintegração de possíveis divindades Nahua substituídas, remetendo o processo de tradução à investigação arqueológica de um locus linguístico em busca de uma possível forma originária dos cantos tradicionais. O discurso sobre a tradução, por sua vez, trata das possibilidades e dos limites da realização desse projeto tradutório levando em consideração que, nesta tese, reconheceu-se e definiu-se o náhuatl clássico como uma língua colonizada, isto é, que não reflete diretamente ou abarca integralmente a cosmovisão expressada na linguagem dos fragmentos dos cantos Nahua pré-hispânicos. Como resultado, apresenta-se um texto traduzido que contrasta com o projeto catequético e com traduções anteriores dos Cantares no exato quingentésimo ano da conquista de México-Tenochtitlan ao privilegiar, na medida do possível, a performance e o panteão dos Nahua. Esta pesquisa em tradução, nesse sentido, propõe uma interlocução diferenciada entre a tradução e os estudos mesoamericanos, desde o referencial teórico da tradutologia, pois mostra os potenciais dessa operação linguística na investigação da construção da cultura da elite Nahua no período colonial, bem como na produção de conhecimentos sobre ela através da literatura em náhuatl clássico.
Abstract: This PhD dissertation consists of two discourses of the Cantares mexicanos, the first manuscript of the volume MS 1628 bis kept in the National Library of Mexico, elaborated after the conquest of Mexico-Tenochtitlan in 1521 for the catechization of Nahua peoples in and on the Mexican Altiplano. The first discourse is related to the manuscript, specifically the set of 24 songs of the folios 16 verse to 26 verse, based on the unprecedented translation of five songs [f. 16v to f. 18v] of Classical Nahuatl into Brazilian Portuguese. As I verified through a systematic, continuous and reflective translation process of the aforementioned corpus, the songs are possibly of pre-Hispanic origin, sung in the Nahua language in honor of the rulers of the Triple Alliance and gods and goddesses worshiped by the elite Nahua, which were compiled and rewritten in the so-called Classical Nahuatl, probably under the supervision of the Franciscan missionary Bernardino de Sahagún, within the scope of the colonial project to destroy the Nahua religious system in order to impose the Catholic religion. The result of the rewrite was transcultured songs, in this dissertation adjectives under the word nepantla. In Nahuatl, it refers to an adverb that means ‘in the middle of, between something’, used metaphorically by an anonymous native to express his experience of transition to Catholicism that located him between the Nahua pantheon and the Christian God. The adverb originated two categories —an anthropological and a linguistic one— called nepantlism, and both characterize transculturation as one of the effects of catechization. The aforementioned corpus of the Cantares denotes linguistic nepantlism because it consists of fragments of traditional songs interpolated by Catholic figures in Spanish, as well as neologisms in Classical Nahuatl for the Christian God, a textual feature through which I glimpsed the possibility of suggesting hypotheses for possible forms and pre-Hispanic lyrics to the songs through translation. This knowledge about the corpus originated the second discourse, on the translation of the songs, which was entitled ‘archeology of five Nahua songs’. The use of traditional songs for catechization guides, today, to the translated text, both the recontextualization of possible elements of the Nahua ritual impoverished with alphabetical writing, as well as the reintegration of possible substituted Nahua deities, referring the process of translation to an archaeological investigation of a linguistic locus in search of a possible original form of the traditional songs. The discourse on translation, in turn, deals with the possibilities and limits of the realization of this translation project, taking into account that in this doctoral dissertation the Classical Nahuatl was recognized and defined as a colonized language, that is, it does not directly reflect or fully encompasses the worldview expressed in the language of the fragments of pre-Hispanic Nahua songs. As a result, is presented a translated text that contrasts with the catechetical project and with the previous translations of the Cantares in the exact five hundredth year of the conquest of Mexico-Tenochtitlan by privileging, as far as possible, the performance and pantheon of the Nahuas. This translation research, in this sense, proposes a differentiated interlocution between translation and Mesoamerican studies, from the theoretical framework of traductology, as it shows the potentials of this linguistic operation in the investigation of the construction of the elite Nahua culture in the colonial period, as well as in production of knowledge about it through literature in Classical Nahuatl.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2021.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:TEL - Doutorado em Literatura (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41781/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.