Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/4158
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_JulceiaCamillol.pdf2,17 MBAdobe PDFView/Open
Title: Germinação e conservação de germoplasma de algodão-do-campo [Cochlospermum regium (Mart. ex Schrank) Pilger] - Cochlospermaceae
Authors: Camillo, Julcéia
Orientador(es):: Peixoto, José Ricardo
Vieira, Roberto Fontes
Assunto:: Algodão
Germinação
Cerrados
Plantas medicinais
Issue Date: Apr-2008
Citation: CAMILLO, Julcéia. Germinação e conservação de germoplasma de algodão-do-campo [Cochlospermum regium (Mart. ex Schrank) Pilger] - Cochlospermaceae. 2008. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: O algodão-do-campo é um arbusto de aproximadamente 2 etros de altura, com raízes lenhosas, resistentes e bastante profundas. De ocorrência comum nas áreas de cerrado, caatinga e pantanal das regiões centro-oeste e nordeste do Brasil. Na medicina popular suas raízes são utilizadas na forma de fatias, lascas ou pó, no preparo de decoctos, infusões e garrafadas para o tratamento de infecções uterinas, intestinais e ovarianas, gastrite, úlceras, artrite e afecções da pele. O extrativismo crescente somado á destruição dos habitats naturais, colocaram o algodão-do-campo na lista de espécies medicinais nativas prioritárias para ações de conservação. Os objetivos deste trabalho foram: 1) gerar conhecimentos básicos sobre a biologia do algodão-do-campo (Cochlospermum regium) (Mart. ex Schrank.) Pilger, baseados em estudos de germinação e conservação de sementes em temperatura sub-zero e estabelecer um protocolo para conservação de sementes a longo prazo; 2) adequar uma metodologia para a conservação in vitro do algodão do campo e fornecer subsídios para estudos de micropropagação e conservação da espécie. Foram coletadas sementes de indivíduos adultos em uma população nativa de algodão-do-campo localizada na região do entorno do Distrito Federal. As sementes foram submetidas a diferentes testes para verificar o comportamento germinativo da espécie e seu desenvolvimento inicial sob condições de dessecação e temperatura sub-zero e também nas condições in vitro. No estudo de conservação à longo prazo, observou-se que a melhor condição para germinação desta espécie foi a combinação de escarificação química com ácido sulfúrico por três períodos de 40 minutos cada e germinação no escuro, que apresentou percentual de germinação acima de 80%. As sementes de Cochlospermum regium apresentaram comportamento ortodoxo, uma vez que apresentaram boa tolerância a dessecação (5,3 e 4,5%) e a exposição a temperaturas sub-zero (20C e NL). Sementes com conteúdo de umidade de 7,9% podem ser armazenadas à temperatura de -20C, sendo esta uma alternativa viável para a conservação ex situ da espécie. Nos experimentos visando a conservação in vitro, a germinação das sementes de C. regium foi acelerada e uniformizada com a utilização de um período de escarificação química em ácido sulfúrico por 40 minutos. Os dados mostraram que sementes escarificadas apresentaram aos 30 dias após a inoculação um percentual de germinação in vitro de 93,3%, contra apenas 13,3% de germinação das sementes não escarificadas. A conservação da espécie in vitro é viável desde que, as plântulas sejam mantidas em câmara de crescimento a 20C em meio de cultura WPM, sob estas condições as plântulas mantiveram um crescimento mínimo e percentual de sobrevivência de 100% após três meses de avaliação. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Algodão-do-campo is a shrub commonly found in areas of the brazilian cerrado, caatinga and e pantanal biomes. Its roots are used in the traditional medicine to prepare decoctions and infusions to treat ovarian and intestinal infections, gastritis, arthritis, ulcers, and skin affections. Overcollection and habitat destruction have contributed to its inclusion on the list of priority species for conservation. The main objective of this work was: 1) to develop basic procedures on germination for germplasm conservation of algodão-do-campo (Cochlospermum regium) (Mart. ex Schrank.) Pilger, under sub-zero temperature; 2) to adapt methodologies for in vitro conservation of algodão-docampo [Cochlospermum regium (Mart. ex Schrenk) Pilger], and subsidize micropropagation studies. Seeds from adult individuals were collected from a population of C. regium, and submitted to different types of germination, dessecation and sub-zero temperature conditions. Also, plantlets development in vitro was observed. A combination of chemical scarification with sulfuric acid for three periods of 40 minutes each and germination in the dark has showed a germination rate higher than 80%. Seeds of Cochlospermum regium presented an ortodox behaviour, since they have shown a good tolerance to dessecation and sub-zero temperatures exposure. Seeds with humidity of 7.9% can be stored at -20C, being a viable alternative for ex situ conservation of this species. In in vitro experiments, seed germination rate was accelerated and uniform using a chemical scarification period with sulfuric acid for 40 minutes. After 30 days of inoculation in vitro, seeds submitted to scarification have showed an in vitro germination of 93,3%, when unscarified seeds presented only 13,3% of germination. In vitro conservation of this species on growth chamber at 20C under WPM culture medium is viable, since under this conditions plantlets kept a minimum growth with 100% survival after three months of evaluation.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2008.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciências Agrárias (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/4158/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.