Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41466
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_ThaísNevesGerbassi.pdf2,38 MBAdobe PDFView/Open
Title: Atenção compartilhada nas relações triádicas : um estudo a partir da mãe e seus filhos
Authors: Gerbassi, Thaís Neves
metadata.dc.contributor.email: thaisgerbassi02@gmail.com
Orientador(es):: Mietto, Gabriela Sousa de Melo
Assunto:: Autismo
Transtorno do Espectro Autista
Atenção compartilhada
Mediação semiótica
Usos dos objetos
Issue Date: 20-Jul-2021
Citation: GERBASSI, Thaís Neves. Atenção compartilhada nas relações triádicas: um estudo a partir da mãe e seus filhos. 2021. 151 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar)—Universidade de Brasília, Brasília, 2021.
Abstract: A atenção compartilhada (AC) recebe destaque na literatura devido a sua importância para o desenvolvimento infantil, por ser considerada um dos precursores de diversas habilidades como a linguagem e a cognição social (Tomasello, 1999/2003), e pelo seu papel como preditor de Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) - já que crianças com esse transtorno podem apresentar alterações no desenvolvimento desta habilidade. A AC tem sido compreendida pela coordenação da atenção entre dois parceiros sociais para um alvo de interesse mútuo. Entretanto, ainda há lacunas no que diz respeito a estudos que levem em consideração os aspectos semióticos e a importância dos usos dos objetos neste fenômeno. Logo, este estudo teve como objetivo investigar, a luz da perspectiva da Pragmática do Objeto (Rodríguez & Moro 1998, 1999), como os diferentes sistemas semióticos e os usos dos objetos se relacionam com a ocorrência de episódios de AC em duas tríades (criança – adulto – objeto) compostas por uma criança com desenvolvimento típico e outra com diagnóstico de TEA, mediadas pelo mesmo adulto. Para tanto, participaram da pesquisa uma mãe e seus dois filhos, sendo um com três anos e dez meses, diagnosticado com TEA, e a mais nova, com um ano e dez meses, e com o desenvolvimento considerado típico. A metodologia foi qualitativa e a coleta de dados ocorreu por meio de uma entrevista semi-estruturada e seis sessões de videogravações de momentos de brincadeiras livres entre a mãe e cada filho, separadamente. Para análise dos dados utilizou-se a análise microgenética por meio do software livre ELAN, pelo qual foram identificados todos os momentos de AC ocorridos nas tríades nas sessões de filmagens, e selecionados os recortes para análise, que contemplaram episódios interativos de AC com e sem os usos dos objetos alvos de interesses compartilhadas. As categorias de análise basearam-se em estudos prévios e foram criadas a partir dos objetivos desta pesquisa a fim de auxiliar a observação das diferenças qualitativas nas duas tríades, referentes às iniciativas, xi respostas e manutenções de situações de AC, contemplando a atenção, gestos, usos dos objetos e verbalizações de cada participante separadamente. Os resultados indicaram a forte influência dos usos dos objetos nas interações de atenção compartilhada, como poderosas estratégias de iniciativa, resposta e manutenção de AC e responsáveis por episódios mais duradouros nas duas tríades analisadas. Além disso, observa-se a importância que o adulto desempenhou nestas relações ao que diz respeito a ocorrência, manutenção e ruptura de situações de AC com cada filho. Acreditamos que os achados dessa pesquisa possam colaborar para enfatizar a importância da mediação semiótica nas situações de AC e podem contribuir para a concepção deste fenômeno para além de questões como contato visual e gestos indicativos de apontar, bem como sugerem a necessidade de estudos futuros que sigam investigando a AC a partir de uma Perspectiva semiótica, principalmente com crianças que apresentem desenvolvimento atípico.
Abstract: Joint attention (J.A) stands out in literature due to its paramount importance to child development, to being considered as one of the precursors of various habilities such as language and social cognition (Tomasello, 1999/2003), and to it’s role as a predictor of the Autism Spectrum Disorder (ASD) - since children with that disorder may present alterations in development of JA. Joint attention has been understood as the coordination of attention among two social partners towards a mutual interest target. However, there seems to be a gap in studies concerning semiotic aspects and the importance of the use of objects for J.A. Therefore, the present study aims to investigate - under the Pragmatic of Object (Rodríguez & Moro 1998, 1999) - how different semiotic systems and the uses of objects relate to the occurance of joint attention episodes in two triads (child – adult – object) comprehended by a typically developed child and a child diagnosed with ASD, mediated by the same adult. Thus, participated on this research a mother and her two children: one 3 years and 10 months old, diagnosed with ASD, and the other 1 year and 10 months old, typically developed. The methodology is qualitative and data have been collected by a semi- structured interview and by six video recording sessions of spontaneous free play among mother and each child individually. Data were examined by mycrogenetic analisys using free software ELAN, which identified all J.A moments that happened among the triads at the video recording sessions. Pieces of these sessions containing interactive moments of J.A with and without the uses of mutual interest objects were selected and analyzed. The research cathegories were based in previous studies and created from it’s own objective in order to support the observation of qualitative diferences in both triads, regarding the iniciatives, answers and maintenance of J.A situations, observing attention, gesture, use of objects and verbalization of each participant, separately. Results indicate the strong influence of the uses of objects in joint attention xiii interactions as powerful initiative, response and J.A maintenence and responsable for longer lasting episodes in both triads. Furthermore, the importance of the adult in the above-mentioned relations, concerning the occurrence, maintenence and rupture of Joint Attention situations with each child was also observed. We believe that this research findings may help to emphasize the importance of the semiotic mediation in J.A situations, may contribute to the conception of this phenomenon as some beyond visual contact and pointing gestures and suggest the necessity of future studies regarding joint attention under a semiotic perspective, especially in atypical development children.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar, 2021.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:PGPDE - Mestrado em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41466/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.