Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41458
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_BárbaradoNascimentoDias.pdf6,3 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGuimarães, Sílvia Maria Ferreira-
dc.contributor.authorDias, Bárbara do Nascimento-
dc.date.accessioned2021-07-20T18:06:01Z-
dc.date.available2021-07-20T18:06:01Z-
dc.date.issued2021-07-20-
dc.date.submitted2021-03-31-
dc.identifier.citationDIAS, Bárbara do Nascimento. "Com os espíritos dos antigos": a luta do povo Munduruku do médio Tapajós pelo território e pela vida. 2021. 138 f., il. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/41458-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2021.pt_BR
dc.description.abstractAs narrativas míticas do povo Munduruku da região do Tapajós são permeadas por transformações metamórficas de humanos em seres não humanos – em vegetais, em animais ou em espíritos. Toda a história do território e de tudo que o habita tem raízes nas narrativas míticas do tempo dos “antigos”, quando os antepassados se metamorfosearam em outros seres e acionaram poderes transformativos sobre o espaço e o tempo. Esses seres, hoje, ocupam outras formas no mundo, possuem agência também na vida dos humanos e podem intervir diretamente na vida social das aldeias. As estratégias Munduruku utilizadas para negociar com esses seres passam por ações ritualizadas que estão também na vida cotidiana. Essas ações têm, em sua maioria, o objetivo de levar alegria aos espíritos, que em troca lhes proporcionam a abundância de alimentos provenientes da roça, das caças e dos peixes. Atos considerados mais corriqueiros, como o de caçar e de comer a caça, podem ser ritualizados. Essa relação cosmopolítica com esses seres, no entanto, se encontra hoje ameaçada diante das invasões madeireiras e do garimpo que avançam sobre as terras indígenas. A busca pela defesa e demarcação do território, nesse sentido, está intrinsicamente ligada aos lugares sagrados e aos seres não humanos que ajudam a direcionar as estratégias de luta e resistência política. Assim, a guerra que o povo Munduruku enfrenta é pelos múltiplos mundos ou planos existentes, pelas múltiplas histórias e cenários que habitam. Esse trabalho visa compreender os “impactos” em sua forma mais ampla causados pelas diversas “frentes de invasão” dentro do território Munduruku do médio Tapajós. A partir da convivência prolongada com o povo, o objetivo é intentar apreender as formas com as quais os indígenas lidam com a alteridade, seja de humanos ou não humanos, e que acabam sendo prejudicadas pela incidência de invasores ou de projetos de (des)envolvimento em seus territórios.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.title"Com os espíritos dos antigos" : a luta do povo Munduruku do médio Tapajós pelo território e pela vidapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordìndios Mundurukupt_BR
dc.subject.keywordCosmopolíticapt_BR
dc.subject.keywordResistência indígenapt_BR
dc.subject.keywordÍndios - vida e costumes sociaispt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1The mythical narratives of the Munduruku people in the Tapajós region are permeated by metamorphic transformations from humans to non-human beings - into vegetables, animals or spirits. The entire history of the territory and everything that inhabits it is rooted in the mythical narratives of the time of the "ancients", when ancestors metamorphosed into other beings and since then engage transformative powers over space and time. Today, while these beings live as other forms in the world they still have an agency in the lives of humans and can intervene directly in the social life of the villages. The Munduruku strategies used to negotiate with these beings undergo ritualized actions that are also part of everyday life. Most of these actions are intended to bring joy to the spirits, who in return provide them with an abundance of food from the fields, hunt and fish. Acts considered more common, such as hunting andeating the game meat, can be ritualized. This cosmopolitical relationship with these beings, however, is today threatened in the face of logging and mining operations that are advancing on indigenous lands. The pursuit of the defense and demarcation of the territory, in this sense, is intrinsically linked to the sacred places and to non-human beings that help to direct the strategies of struggle and political resistance. Thus, the war that the Munduruku people face is to protect the multiple worlds or existing plans, the multiple histories and scenarios where they live. This work aims to understand the "impacts" in its broadest form caused by the various "invasion fronts" within the Munduruku territory of the middle Tapajós. From an extended living with the people, the objective is to try to apprehend the ways in which the indigenous people deal with alterity, whether human or non-human, and which end up being harmed by the incidence of invaders or development projects in their territories.pt_BR
Appears in Collections:DAN - Mestrado em Antropologia (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41458/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.