Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41416
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1993_AlexandreLuizGonçalvesdeRezende.pdf9,99 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTonaco, Geraldo de Oliveira-
dc.contributor.authorRezende, Alexandre Luiz Gonçalves de-
dc.date.accessioned2021-07-15T17:50:22Z-
dc.date.available2021-07-15T17:50:22Z-
dc.date.issued2021-07-15-
dc.date.submitted1993-03-08-
dc.identifier.citationREZENDE, Alexandre Luiz Gonçalves de. Educação física: reconstituição da corporalidade.1993. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília,1993.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/41416-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 1993.pt_BR
dc.description.abstractA superação da crise de identidade da Educação Física demanda um estudo tríplice que proceda, paralelamente: a reconstituição do seu conceito de corpo, superando a visão atomística e mecânica em busca da unicidade do ser; a transcodificação do caráter histórico e processual que o corpo assume na sua relação ideológica com os princípios axiológicos estruturais da sociedade capitalista, e; por último, a construção, a partir do referencial teórico formado pelas etapas anteriores, de uma nova postura paradigmática de investigação da corporal idade. O caráter indissociável da existência humana se evidencia pela elucidação da interação recíproca estabelecida entre o pensamento, o sentimento e o movimento. Recorre-se à análise do papel desempenhada pela sensório-motricidade no desenvolvimento das estruturas cognitivas da criança (Piaget) ©, à explicitação da influência da variável tônico-emocional no processo de apreensão do real pela criança (Wallon), com o intuito de contrapor uma visão dialética do homem ao dualismo maniqueísta que marca a ciência ocidental, A construção social, e portanto, ideológico do corpo, ao apontar para sua condição de objeto de dominação, requer a identificação dos elementos de poder próprios à III institucionalização do corpo pela Educação Física, na medida que transmite um sistema de idéias, sentimentos e hábitos relativos ao corpo que ditam maneiras de agir e consumir, posturas de ser e pensar. Respaldado por esses pressupostos conceituais, empreende-se a análise histórica e documental do currículo do curso de Educação Física, verificando a concepção de homem que permeia a formação teórica do seu profissional, e, diagnosticando os diferentes interesses associados à sua prática. A Educação Física, frente a este conjunto de questionamentos, deve adotar novo paradigma dialético, que reconfigure o universo de saberes que a compõe, dotando-a de consistência e maturidade científica.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleEducação física : reconstituição da corporalidadept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEducação Físicapt_BR
dc.subject.keywordCorporalidadept_BR
dc.subject.keywordEducação física - prática curricularpt_BR
dc.subject.keywordEducação física - formação profissionalpt_BR
dc.description.abstract1To overcome the identity crisis in Physical Education, a study must he in carried out in three ways, which simultaneously take into account: the rebuilding of the body concept, parting wich atomistic and mechanical views in search of unicity for the being; transcoding of historical and procedural features assumed by the body in its ideological relationship with axiological and structural principles of capitalist society; and last, the building from a theoretical framework based upon the previous stages, of a new paradigmatic atitude towards the investigation of body characteristics. The non-associative character of humam existence becomes evident from clarification of the reciprocal interaction established between thought, feeling and movement, The role performed by the child’s sensory-motion in the development of cognition structures (Piaget) is analyzed, as well as the tonic-emotional variable in the child’s process of aprehending reality (Wallon), with the intention of providing a dialectical view of man against the utmost dualism so familiar to western science. The social building thus ideological of the body in pointing out its condition of a domination object, requires the identification of power elements inherent to the body V effectiveness by Physical Education, whereas it transmits a System of ideas, feelings and habits related to the body which direct ways of behaving and consuming, ways of being end thinkingWith basis on those conceptual assumptions, a historical and documental analysis is carried out, in order to study the Pysical Education curriculum, verifying the conception of man which is present in the theoretical background of its profissional providing, as well a diagnosis for the different interests associated to their practice. Taking into account those questions, Phisical Education must adopt a new dialectical paradigm, which reshapes the universe of its knowledges, providind it with scientific consistence and maturity.pt_BR
dc.contributor.emailrezende@unb.brpt_BR
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41416/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.